Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Tema do Mês de Agosto

.
.
Caríssimos amigos:
.
.
Hoje foram publicados apenas os textos referentes ao Tema do Mês:
“Cartas de Amor”.
.
.
.
Participantes
.
.
Aaron Caronte Badiz
.
.
.
.
Ana (2)
.
.
.
Clarice A.
.
Dália Negra
.
.
.
.
.
.
.
.
Lélia
.
Luiza
.
.
.
.
.
.
Penélope Charmosa
.
.
.
Saulo Rosa
.
Soraya Rocha
.
.
.
.
.
Muito obrigado a todos que colaboraram com esta “blogagem coletiva”!
.
Um grande abraço!
.
.

26 comentários:

Laila Braga disse...

To dentro dessa... Adorei o tema...

S.Ribeiro disse...

vou tramar algo aqui! abraços!

Anônimo disse...

Casa Branca e os dedo-duros

http://www.whitehouse.gov/blog/Facts-Are-Stubborn-Things/

There is a lot of disinformation about health insurance reform out there, spanning from control of personal finances to end of life care. These rumors often travel just below the surface via chain emails or through casual conversation. Since we can’t keep track of all of them here at the White House, we’re asking for your help. If you get an email or see something on the web about health insurance reform that seems fishy, send it to flag@whitehouse.gov.

O site da Casa Branca pedindo para reportar para eles qualquer email com ideias erradas? Eh isso mesmo? Os USA ja virou um estado comunista e ninguem falou nada pra mim?
caraca!

A Casa Branca pedindo para mandarem emails que contenham "rumores" contrários ao Obamacare? Reparem que em uma parte do texto do site fala em rumores sendo espalhados em conversas casuais. Quer dizer que os americanos tem que pensar duas vezes antes de falar mal do Obamacare em uma conversa, pois podera ter seu nome fichado na Casa Branca?

Isso é que é change!


The Obama Deception é um filme feroz que destrói totalmente o mito de que Barack Obama trabalhará em prol dos melhores interesses do povo americano. O fenômeno Obama é um boato cuidadosamente construído pelos capitães da Nova Ordem Mundial. Ele está sendo posto como o salvador numa tentativa de lograr o povo americano a aceitar a escravidão global. Estamos numa conjuntura crítica nos planos da Nova Ordem Mundial. Apenas expondo o embuste é que podemos salvar a liberdade nos EUA.
As Mentiras de Obama não é sobre Esquerda ou Direita: é sobre o Governo Mundial. Os banco internacionais planejam roubar o povo dos Estados Unidos e torná-los escravos de uma Plantation Mundial.
Tópicos do filme: para quem Obama trabalha, que mentiras contou, seus reais planos e como suas nomeações e atitudes iniciais provam que ele serve à oligarquia corporativa, não o povo americano. Se você quer saber os fatos e passar por cima de toda a propaganda, este filme é para você.


Dvdrip
Dados
697 MB
Duração: 111 minutos
Idioma: inglês
Legendas: Pt-Br
Torrent
Download do documentário: Em torrent e com legenda em Pt-Br
http://www.easy-share.com/1904088184

Aprenda a baixar Torrent lendo passo-a-passo(ilustrado com fotos) nos seguintes endereços:

http://www.portalcab.com/faq/baixando_arquivos_torrent.php

http://www.adrenaline.com.br/forum/internet-redes/135398-tutorial-guia-dicas-utorrent.html

http://www.jacobjr.org/index.php?option=com_content&task=view&id=93

Vamos acordar para Obama, minha gente.

S.Ribeiro disse...

Lúdico

Sem vontade, murcho,
te digo inerme que enquanto vais e voltas,
desprezo ou alegria imensa,
tudo é a mesma coisa, a boca é a mesma, o corpo magro mas imensamente
desejado,
tudo isto misturado a esta lua que
parece ter sido feita em Dubai;
porém creia, que toda dor,
tesão em ódio
e inspiração ainda parecem com amor,
para que provem o contrário.

Uma tarde inteira esta a ser aquecida com
as mãos que me tocaram neste sábado
e finalmente gemerei pensando em ti,
longe de qualquer rastro do Pornosleuth.

Ainda assim, e com tudo e nada e todos em ninguém,
te ter como amado é impreciso e fraco,
é como todos os versos que
tramei mas acabaram pifados;
ei, moreno,
ainda te quero longe de tudo,
longe dos sonhos inclusive,
quero finalmente saber o que a cegueira mundana
esconde sobre tuas formas e teus mitos.

Mais ou menos como poetou Meschonnic,
vou me esconder em computadores ou
biombos e vinho barato,
vou buscar todas as Stella Artois
do mundo pra relembrar esquecendo
minhas invenções por dois
anos, evocar no silêncio
de cravos ou rosas
aquela minha decisão unilateral
de te querer.

(RETIRADO DE MEU BLOG PARA VOCÊS, COM PRAZER!)

poty disse...

Vai pai...
Abraça-me
Feito homem
Tua presença
Satisfaz-me
Não faz mal
Sentir
Teu carinho
Tua sensibilidade escondida,
Nunca dita,
Nem externada
Mais sei que tens.

Sei que preciso
De tua firmeza –
Com certeza –
Ela
Será
Minha
Afirmação.
Poty – 09/09/2009

Duanny!. disse...

to dentrooo!
vou manda por e-mail um texto exclusivo p/ duelos!

=D

uai, mundo? disse...

CARTAS QUE NÃO ENVIEI

Eu gostaria que você sentisse imensamente essa carta como as escritas a mão. Há hoje tantas maneiras de dizer as coisas que se quer, que a caneta está sendo usada quase somente para as primeiras letras da alfabetização de escolas públicas ou para assinaturas em cheques. E mesmo esses meios já vão se tornar obsoletos já-já. O governo tem prometido colocar computadores em todas as escolas. Um tal “programa um computador por aluno”. E quanto às assinaturas, já há as digitais. Só falta os estabelecimentos aderirem. E então, a antiga pena, a shaffer, a montblanc e a indispensável bic estarão banidas à lembrança. Como os carteiros estão ficando.

Já não se escrevem mais cartas. Não da forma mais romântica que há para dizer “saudade de você”, “eu te amo”, “mande notícias pelo correio”. Eu não sei se você sente como eu uma diferença fria entre abrir um e-mail e rasgar um envelope depois de ter visto a letra no destinatário e remetente. Ali a carta já começa a me dizer alguma coisa. Há pessoalidade, há intimidade. Dizia o Milton que “qualquer maneira de amor vale a pena”, mas umas formas são tão portadoras que valem mais a pena. O adiamento das coisas em cumprimento à sina do tempo é a palavra saudade exercida em sua plenitude mais bonita. Tem graça eu falar tanto de sua falta e sem que ouça a minha voz, sem que espere o tempo de ir à caixa de correio, sem abraçar o papel da carta depois de lido o conteúdo? Esses afagos tão caros ao coração, modernidade nenhuma é capaz de subtrair de nós. Que outra forma é aceitável de se sentir amada por mim se não estamos perto? Há calor em meio eletrônico? Há desespero maior do que uma webcam com uma imagem que a mão não alcança? Que o beijo não refresca na tela?

A virtualidade só pode ser aplacada pelo papel de carta em cuja tinta escorreu amor junto com as palavras. Em caso extremo sou capaz de lhe mandar uma lágrima manchando a folha. E você poderá levá-la em sua bolsa, para o quarto, para o banheiro, dormir com ela sob o travesseiro ou ao seu lado. Tem calor essa lembrança.

Bom, também chega de comparações, senão fugimos do objetivo mais grandioso que é nunca esquecermos o nosso amor, independente de suas manifestações antigas ou modernas. Não deixarmos de nos amar será a modernidade eterna, onde quer que estejamos.

Vou lá correndo postar com um selinho bem bacana. O correio fecha às cinco. E vou contando as horas em forma de empurrão para ver se adianto o fim de semana de poder te ver de pertinho. Aí sim, entre beijos, abraços, carinhos profusos, seremos uma carta a quatro mãos dadas. Enquanto isso, repito aquela frase que é o sinal da sua ausência em mim: sem você o vazio tem hora marcada em meu coração.

Cacá

Theresa Russo disse...

Para a publicação "cartas de amor"


VOCÊ ME FAZ TÃO DOCE (Carta de amor)
Theresa Russo

Não, não chore. Há dias em que eu somente queria ver e sentir o sol. Como se eu fosse uma árvore sábia e tranqüila. Há dias que eu queria ser apenas uma folha brincando de cair na poça d'água da chuva mansa, da chuva brava. Não, não chore. Essa noite ainda vai acontecer. Deixa chover a chuva de dentro, espera ser gerado o novo entardecer. Ainda é muito cedo pra sofrer! Não, não chore agora. Espera esse sol brincar de ator principal nesse palco entre as montanhas dessa cidade tão pequenina e simples. Espera o barulho do sol apagando seu fogo dentro do rio doce que corre ao teu lado. Vamos, vem logo! Os pardais estão como enxame de loucas libélulas buscando sentir a mudança do planeta virando pro outro lado. Ainda está tão lindo esse nascer de mais uma noite! Vê as estrelas coladas num brilhoso papel azul marinho lá em cima? Elas caem e adentram o mar para serem estrelas-do-mar. Eu mesma já observei daqui algumas subindo por uma corda provinda dos braços da lua. E cada uma dela subia sem medo de cair novamente. Estrelas do céu, estrelas-do-mar, estrelas do céu, estrelas - do- mar. Olha - eu pertenço a você e você pertence a mim. Agora, nesse entardecer, você me faz tão doce...


(Agradeço imensamente a oportunidade de estar aqui com vcs...T. Russo)

... disse...

HUm... boa iniciativa... estamos aí!

Alessandro William disse...

Shitomi, olá amiga, passei pra conhecer o blog depois que você deixou um comentário lá no MEUS TEXTOS, e claro, adorei a proposta, e é claro que vou passar aqui sempre, teri prazer de escrever minhas simples linhas e ficarei imensamente feliz em vê-las postadas, (acho que entendí a proposta).

Até mais, obrigado pela visita, continue acompanhando o meu blog que eu vou estar sempre no seu

Moita disse...

Shintoni

Amigo de todo coração obrigado pelo selo.

Agora o burro aqui tem um problema. Não sei postar o selo no cabeçalho do blog. rssssss

Outro: também não sei se mereço. rss

Abraços

DAS disse...

Para 'cartas de amor'

Seu amor era o que faltava

Te conhecer mudou minha vida
Passei a perceber coisas
Que antes eram confusas para mim
As tempestades que existiam em meu mundo,
na verdade eram incertezas, pois eu não sabia o que queria
e nem em que acreditar

Quando seus olhos cruzaram com os meus
tiraram-me da escuridão
e passaram a ser a luz a me guiar
Então consegui finalmente ouvir meu coração,
Mas ele já não me pertencia
Estava completamente entregue a você

Te amar foi muito fácil
Só precisou abrir suas asas
e me chamar num abraço
Então percebi que já estava perdida
Pela sua doçura, seu sorriso...

Acho que esperei a vida toda por você
pois só agora eu percebo
o vazio que havia em mim
antes de você aparecer

A certeza desse amor me persegue
dia e noite, sem trégua
E mesmo quando não está comigo
Consigo sentir sua presença

A lua e estrelas são testemunhas
De que encontrei o que faltava em minha vida..

MEUS POEMAS disse...

DECLARAÇÃO DE AMOR
Gena Maria

Eu te amo ao acordar, durante meus dias...
E ao anoitecer, adormeço pensando em ti.

Eu te amo, pelos sorrisos que emano
pelos encontros e desencontros nossos

Eu te amo quando ouço um pássaro a cantar,
quando vejo crianças a brincar, te amo
quando ouço o barulho da chuva pelos mananciais

Eu te amo quando sinto o frio em meu corpo...
Quando sinto teu calor me aquecendo

Eu te amo quando vejo as gaivotas felizes
sobrevoando as águas do mar...

Eu te amo quando sinto o sol em meu corpo...
Quando mergulho nas águas cristalinas

Eu te amo quando cavalgo em pastos distantes...
Quando volto galopando para te encontrar

Eu te amo quando sinto o orvalho da manhã...
Quando me deito na relva molhada a te esperar

Eu te amo quando sinto a cachoeira das matas
jorrando suas águas que irão rio abaixo
ao encontro do mar

Eu te amo cada vez que pisco meus olhos marejados
de lágrimas pela saudade que sinto de ti

Eu te amo quando me alimento a cada dia...
Quando sei que viverei muito contigo

Eu te amo quando me sinto triste, quando estou feliz
quando choro e quando sorrio

Eu te amo quando estou entre a multidão,
quando estou na solidão, quando estou dormindo

Eu te amo quando sonho com teu sorriso
quando me diz palavras de amor...

Eu te amo quando estou longe de ti
e mais ainda quando estou em teus braços

Eu te amo quando me beijas e diz com emoção
que também me amas e que me tens
em todo espaço do teu coração.

Marília - 13/08/09
13:13 Horas

Ju Blasina disse...

"Toma.Amor"
(para o "Tema do Mês de Agosto: Cartas de Amor")


Toma
Amor
O líquido doce
Que transborda
Este cálice ornado

Toma
Amor
Lave os lábios sedentos
Leve aos olhos vendados
Ao conteúdo desconhecido

Toma
Amor
Gole a gole, gota a gota
Sacie a sede que só
Tua’alma sente

Toma
Amor
Até que escorra
Lentamente, até
Adentrar-se-fundir

Toma
Amor
Até o mesmo pulsar
Em tuas veias pálidas
Até que possa aplacar

A insaciável e lasciva fome
Que em silêncio e entrelinhas
Nos consome, em noite cálidas
Por mim, por ti, eternamente
Toma.Amor

Ju Blasina disse...

olá - não sei se entendi bem como funciona a proposta do blog, mas... deixei um poema meu.
beijinhos

Alessandro William disse...

oi Shintoni, momento não vou deixar nada aqui pra ser duelado, neste tema acho que vou perder o duelo, mas logo estarei duelando aqui também.


Passei na verdade pra dizer que tem um selinho pra você lá no Meus Textos, passe por lá viu?

Mari S disse...

Enviei por email
=D

Adh2bs disse...

Shintoni, gde abç, segue abaixo.
Adhemar.

Amada.

Por que e pra que são as únicas perguntas. Lembrar de você, pensar e desesperar num nó: esquecido por ti me pergunto por que. Por que tua obsessiva presença nos meus sonhos? E nos meus pensamentos? A razão da procura está em cada canto onde passo.

Músicas sensíveis me retiram da realidade e me fazem procurar-te no mais alto onde tu possas estar. Depois, o pensamento se desvia, eu fico triste, registro no bloco os pensamentos opressivos - nesse calor que tua lembrança me traz... Mais uma vez estás aqui, tão viva que já nem posso ver a tua flor.

Sinto vontade de escrever, chorar, escrevo e choro numa esperança insana de te comover; choro pela tua flor morta nessa minha inépcia de te amar desesperadamente...

E é só o que posso fazer.

P/BSF
[Adhemar - São Paulo, 12/10/1987]

Nina disse...

Shintoni, tudo bem?

Pergunto, novamente, porque o comentário que deixei foi no post que você indicou os blogs do selo master blog (só um pouquinho antigo haha) (;

Sobre o selo, para postar tem que dizer as características do blog que te indicou, ou daqueles que você está indicando?

Desculpa a demora para colocar o selo; não estou deixando de lado nem nada do gênero (aliás, como disse, fiquei muito feliz em recebê-lo), é que o tempo é escasso mesmo...

(haha, o meu blog vai fazer um ano de vida no dia 24 :D)

Beeijos, uma hora dessas escrevo algo para postar no Duelos (;

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...viaje
del
alma
duelo
vuelto
leyendo
cielos
en el
encuentro
duelos
literarios
felizmente
dentro...

desde mis----horas rotas---

sigo duelos literarios , comparto

el blog , llenos de emociones


poeticas , con un fuerte abrazo.



afectuosamente :


jose

ramon...

Lu! disse...

distância incompreendida

Não sei a que distância estou
do eu que me desespera.
Não sei quando ando,
se me aproximo
ou me afasto.

Me preocupo em saber
se são teus olhos
que me sugam e repelem pra onde querem
ou se me prendo a eles, tragando a ti.

Mas sei que me despedaço
em quartos, terços e avos
tentando ser a metade
que possa lhe completar

Me desespero com a hora,
o carro, o vento, o passo, a chuva
e o que quer que me carregue
pra perto de tua distância.

Lu Aline

Lu! disse...

Desculpa por não ter colocado a categoria.
É pra categoria Amor.
^^

Manhosa LobaVirtual disse...

Carta de Amor...



Meu esterno amor...

Saudades... saudades... Saudades... são tantas que meu coração se contrai para segurar tu imagem...

Hoje é o teu quarto aniversário que passamos distantes...
Comprei cerveja e uma torta fria de atum e uma doce de chocolate... como gostavas... Ninguém mais lembrou...
Estou ficando forte... risos... não estou chorando... estou tomando uma cervejinha e te escrevendo esta carta... pois se ficar conversando... risos...
Tens uns filhos muito especiais... daqui a alguns dias se darão por conta e... vão procurar milhões de desculpas por terem me deixado sozinha...
Mas... era exatamente o que eu estava querendo... te escrever esta carta de amor...
Mesmo eu brigando contigo... dizendo que fugiste e me deixaste sozinha... sabes que meu amor por ti não diminuiu uma grama se quer...
Hoje tenho uma vida não muito diferente... trabalho casa... casa trabalho... raramente saio com alguma amiga para jantar ou um show qualquer...
Minha maior saudades são nossos papos sobre coisa alguma... madrugada a dentro... risos...
Não acho mais graça em ler... sem alguém para comentar... risos... Principalmente um ‘Advogado do Diabo’...
Hoje meu maior passatempo é juntar letrinhas... falar de amor... risos... te procurar nas estrelas...
Sabes... muitas vezes já pensei em ter outro companheiro... mas... risos... velho não quer velha...
...risos... alguém que gostasse de jardim... flores... frutas diferentes... temperos...
Vais dizer como sempre que sou uma bobona... que chame alguém e mande fazer... rgrgrgrgrgr...
Na verdade hoje tenho novos amigos (as) diferentes... chamo eles de Meus Amigos Virtuais do Coração... são através do PC... risos... isto descobri depois que partiste... e me ajudaram muito... muito mesmo...

Vou parar aqui... esta carta esta se estendendo muito e perdendo o sentido...
As lagrimas começaram a querer lavar meu rosto... risos...
Feliz Aniversário... um abraço de ursa... muito apertado... me segura forte um pouquinho...

TeAmo

Manhosa

OBS: Olha pelo nosso menino que esta longe de mim... sabes que ele é diferente...

Manhosa LobaVirtual disse...

Shintoni

Por favor corrija...

Meu eterno amor

Escrevi direto... ou não o faria mais...

Bjs

helena disse...

Meu rei
Querido amor

Que saudades , estas letrinhas saem direto do meu coração que esta melancólico com sua ausência
Leia e depois venha correndo estou te esperando.
Na nossa pedra, vendo nosso lago ele esta brilhando com os raios do sol
Me enche os olhos de água disfarço e deixo as lagrimas correr....
Venha logo se não morrerei ,,,

Obs. Quem esta te entregando essa carta e a nossa querida coruja .

Sua rainha


vestiamor

ParadoXos disse...

carta de amor seria uma palavra só uma lágrima um suspiro meu de tudo o que na garganta me ficou colado carta de amor seria eu não escrever não ter sentir não sonhar a insónia que as noites me oferecem seria o que não consigo sorrir seria algo sério como o mundo que partiste em delícias de cacos não seria nada nem mesmo tu seria apenas uma carta de um amor sem vírgulas nem pontos finais seria minha loucura que é tua morada!


esta é a minha carta!
obrigado!
abraço