Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




terça-feira, 3 de março de 2009

Vestes - por vestivermelho

Eu vesti muitas cores, todas com cores vibrantes, vermelho paixão, rosa amor, azul escuro furiosa, branca em paz e verde cheia de esperança... mas minha alma continua vestida do mesmo jeito: despojada e quase nua...
Escrevi com amor, carinho, prazer e triste quando fico triste, mas sempre com muito sentimento.
Se ficar sem esses sentimentos perco a fala, não escuto e não escrevo...
Somente um sentimento não faz parte do meu viver
O ódio, dele quero distância.

Sou uma sonhadora
Me visto de amor
.

Só Eu Sei... - por vestivermelho

Só eu sei da minha tristeza...
Só eu sei da minha dor...
Só eu sei da minha verdade...
Que não se esconde, para agradar ninguém...
Só eu sei da dificuldade que é caminhar...
Depois de cair de um lugar tão alto...
E mesmo sangrando por dentro, resistir...
Só eu sei como dói lembrar...
Do que poderia ter sido e talvez não será...
Só eu sei a força que tenho que fazer para de novo levantar...
Só eu sei... Só eu e mais ninguém...
.

Alpendre das Almas - por Ana

Bem perto de onde moro
há uma casa assombrada.
É turismo das crianças,
daquelas mais assanhadas.

Os adultos se benzendo
passam por ela com medo,
chegam a rezar o pai-nosso,
por pouco saem correndo.

Da minha janela vejo,
nas altas da madrugada,
muitas luzes se acendendo,
e ouço a maior barulhada.

Quando é dia de finados,
a coisa fica arretada:
a maior festa de arromba
que termina na sacada

com os espíritos pulando,
se agarrando sem parar,
cantando, dançando muito...
Vai até o sol raiar!

Nem me abalo com essas coisas,
acho legal, fico calma...
pois um dia estarei lá,
brindando no alpendre das almas.
.

Yuri

.
.
.
Cidade Nova Iguaçu
Estado Rio de Janeiro
Idade 15 anos
Profissão Estudante
Influências Eu mesmo.
Hobbies Cursando técnico de publicidade, estudando e saindo, às vezes, com os amigos.
Descrição Apenas busco saciar a sede de ser eu mesmo onde quer que seja.
Signo Áries.
.
.
.
.
.
.
.

Minhas Professoras - por Escrevinhadora

Minhas professoras. Minhas mestras queridas. De cada uma delas guardo uma lembrança tocante, carrego uma marca importante.
Não me ensinaram apenas a entender os números, as letras, a geografia. Me ensinaram a andar pela vida. Endireitando a coluna, mantendo a cabeça erguida, respeitando o próximo, jogando lixo no lixo, caprichando na caligrafia.
Abriram meu horizonte e me mostram outros continentes, outras galáxias. Me contaram histórias de reis e rainhas em reinos distantes.
Minha primeira professora numa escolinha rural, lá no interior do Estado! Sei que ainda está viva, velhinha, aposentada, em minha cidade natal.
Nunca tive a felicidade de encontrá-la. Mas se tivesse essa oportunidade, sei bem o que faria: beijaria suas mãos.
Nesse beijo depositaria meu reconhecimento a todos os mestres que tive e meu agradecimento pelas muitas lições recebidas.
.

George Orwell - por Ana

1984 - George Orwell
A Revolução dos Bichos - George Orwell


“‘1984’ é imperdível, realmente! Assim como ‘A Revolução dos Bichos’.”
.
.
.
Resposta a “1984”, de Kbçapoeta.
.
.
.
E você? Que livro considera imperdível?
.

E Assim se Arrasta a Humanidade... - por Raquel Aiuendi

A humanidade se arrasta em pesadelos desde séculos a perder de vista; dissemina a doença plantada em sua existência e cultivada por indivíduos ao longo de todos os processos “civilizatórios”. A pré-história ainda é; com diferença dos rótulos, mas a alma da humanidade se entrega à permanência consciente do estado pré-histórico. A alma da humanidade se aprisiona ao estado latente e se deixa manipular utilizando instintos de ferocidade e medo que distancia de outro estado latente de Paz e usufruto, de Amor e sustentabilidade.


Resposta a “O Homem no Lixo”, de Ana.
.

Agatha Christie - por Escrevinhadora

Houve uma época da minha vida em que eu também li um bocado de Agatha Christie. Mas sou obrigada a confessar: esqueci de tudo, sei lá como.



Resposta a “Agatha Christie”, de Ana.
.
.
.
E você? Que escritor você já leu muito?
.

Lua em Leão - por Alba Vieira

Quem tem Lua em Leão
O Sol ilumina a emoção:
É tudo do lado de fora,
Se sente, explode na hora.

Como é emotiva esta pessoa!
Desaba se o filme é triste
E se é alegre
Também chora à toa.

Não sustenta a discussão:
Se no argumento há rejeição
Se encolhe, sofre,
Parte seu coração.

Tem carisma e é mimada.
Se não é centro da atenção,
Não entende, fica magoada...
É tremenda a desilusão.

Muito temperamental,
Caprichosa e sem limite,
Quando é contrariada
Grita e até dá chilique.

Às vezes meio safada,
Com certeza é pancada...
É uma Lua deslumbrada,
Quase sempre apaixonada.

Mas seu coração é enorme,
Sempre pronta a ajudar,
Só precisa saber a medida
Para não se atrapalhar.

Sabe cuidar de crianças
Porque é mesmo infantil...
Não lida bem com cobranças...
Magnânima é seu perfil.
.

Recado - por Yuri

.
Você não é a atenção que preciso, porém eu sendo a sua, vai ter que se acostumar com seu medo de me perder.
.
.

O Pensar - Passa-Tempo

Às vezes lembro de quando nos conhecemos,
Às vezes lembro dos beijos que demos.

Às vezes penso em tudo que aconteceu,
Às vezes penso nos olhares que você me deu.

Às vezes penso apenas em te ter,
Às vezes penso se você vai me querer.

Às vezes penso se a morte é o fim,
Às vezes penso em você perto de mim.

Às vezes penso num relacionamento acabado,
Às vezes penso que isso não pode dar errado.

Às vezes penso se eu devo mesmo pensar,
Às vezes penso que esse pensar me leva a errar.

Às vezes penso na distância entre nós,
Às vezes penso em quando pudermos estar a sós.

Às vezes penso em toda a minha jornada,
Às vezes penso em você e mais nada.

Às vezes penso se isso tudo está certo,
Às vezes penso em você bem perto.

Às vezes penso em você noite e dia,
Às vezes penso nessa minha alegria.

Às vezes penso em minha vida sem sua cor,
Às vezes penso se te agrada o meu amor.

Às vezes penso se foi tudo isso em vão,
Às vezes penso apenas no meu coração.

Às vezes penso em tentar te esquecer,
Às vezes penso no vazio que vai bater.

Às vezes penso e é esse pensar que me deixa a duvidar,
Às vezes penso se devo ou não continuar a te amar.
.

Jorge Queiroz da Silva

.
.
.
Sou uma pessoa que vê a vida
de uma forma totalmente poética.
.
Acordo, caminho e durmo
observando e sendo fiel aos meus sentimentos.
.
Sou criativo por excelência,
amo a arte e aplico-a em todos os meus atos.
.
Sol em Gêmeos, Lua em Libra
e Ascendente em Sagitário.

A vida para mim é uma eterna descoberta!
.
.
.
.

Tienes que Volar - por Yuri

Não queria que você se preocupasse tanto. Viva sua vida como um pássaro voa em liberdade...
Em seus olhos o porto seguro de meus braços...
Não preciso que você fique pra assistir ao meu show, mas necessito que continue...
Voei a caminho da liberdade, provei de outros sabores, vivi outras experiências, outras culturas... enfim... vivi.
E algum dia cheguei a pensar que você ficaria feliz por eu ter amadurecido, mas não: você preferia que eu ficasse sentado no sofá da sua sala, ouvindo música sertaneja e vendo você trazer mais comida na bandeja, e fazendo as provas mais difíceis...
Mas eu fui viver minha vida e não suas vontades, porque não segui suas ordens.
E repito que fui viver minha vida. E te garanto que não é por isso que eu deixei de te amar por menos de um segundo...
.

Estou Lendo... - por Alba Vieira

Inocência, de Visconde de Taunay


E você? O que está lendo?
.

Contradição - por Raquel Aiuendi

passei um dia só
descansando mas eu
não queria, não.
.