Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




segunda-feira, 15 de março de 2010

O Grito - por Marília Abduani

.
Um grito acordou a noite.
Onde florescem sonhos,
borboletas se agitam
ao vento.
Movimento como se trovejassem primaveras.
Eu desperto,
tímida rosa no teu jardim
esperando o orvalho.
.
.
.
.

Hermógenes, a Pedra e o Lago - Citado por Alba Vieira

.
Jogaram uma pedra na tranquilidade do lago.
O lago comeu-a.
Sorriu ondulações e...
ficou novamente tranquilo.
.
.

Augusto dos Anjos, “A um Epiléptico” - Citado por Penélope Charmosa

Perguntarás quem sou?! - ao suor que te unta,
À dor que os queixos te arrebenta, aos trismos
Da epilepsia horrenda, e nos abismos
Ninguém responderá tua pergunta!

Reclamada por negros magnetismos
Tua cabeça há de cair, defunta
Na aterradora operação conjunta
Da tarefa animal dos organismos!

Mas após o antropófago alambique
Em que é mister todo o teu corpo fique
Reduzido a excreções de sânie e lodo,

Como a luz que arde, virgem, num monturo,
Tu hás de entrar completamente puro
Para a circulação do Grande Todo!
.

Poesia - por Ana

Se você, com frio, espera,
que a vida lhe ofereça,
numa xícara de chá,
alguma coisa que aqueça…

Na maior parte dos dias
irá tiritar no gelo,
endurecer de frio,
sofrer de desaconchego.

Mas, se olhar pra dentro,
com bastante atenção,
verá uma délicatesse
em forma de coração

onde o espírito-garçom
serve, em linda porcelana,
sentimentos que alimentam
um ser que, às vezes, reclama

de viver silêncio triste,
não ter encontros de amor,
não cultivar amizades,
não ter vida interior.

E depois de alimentado,
este ser, então, percebe:
não é de fora que vem,
é de dentro que recebe

tudo que de mais precisa
pra sua felicidade,
pra seu descanso tranqüilo
e sua sensibilidade.

E o éden de seus desejos,
do belo, da emoção,
vem em um pires finíssimo
com flores pintadas à mão.


............Resposta a Poesia, de Alba Vieira.
.