Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 22 de maio de 2013

O Mundo Gira e Gira - por Frantiesca Vargas


Palavras me foram cuspidas
Fingiu que não sabia
Que a boca mata mais do que mil tiros
E fere mais do que o fio da navalha

Sorriu ao mesmo tempo em que feria
Usou do seu nojento sarcasmo
Para verter tudo no amor que eu tinha
Desfazer meu mundo bonito em marasmo

Não pensa que assim fiquei
O teu tempo já passou
O mundo gira e gira
Com meu sorriso, você chorou!

Ao menos todos sabem
Uma lição de vida ficou
Fez ao outro o que a ti não deseja
Mas contra ti, o feitiço retornou!
 
 
Frantiesca Vargas - Alma Soturna
.

Post Inesquecível do Duelos - Indicado por Ana

Este é mais um post que achei interessante. Esta poesia se tornou inesquecível para mim, pois foi a primeira postagem com traço de humor enviada por Luiz de Almeida Neto. Além disso, traz a característica adorável de ser absolutamente malcriada. Espero que vocês a apreciem.



E TENHO DITO
(LUIZ DE ALMEIDA NETO)

Se me perguntares
Quanto tempo eu estudo
Quantas horas eu durmo
E se eu consigo relaxar

Vou te responder
Que te acho um intruso
Que é coisa de maluco
Querer xeretar

Se ainda por cima vieres tentar
Se fazer de amigo
Pra saber se eu digo
Pra vir dialogar
Vou dizer que é sem jeito
Que eu exijo respeito
Que sei me cuidar

E se vieres de banda
Como quem não tem trama
Como se tivesse ali por estar
Só pra saber se sou safado
Se não tenho costume errado
Que não vá te prejudicar

Confesso que até tenho
mas que também me empenho
na arte de disfarçar
E que não é da sua conta
se alguém nesse mundo apronta
ou se alguém sabe relevar

Porque eu pago minhas contas
E ainda se não pudesse pagar
Ia dar o meu jeito
Como sempre tenho feito
Sem lhe pedir pra me emprestar
cartão, cheque ou dinheiro
que não valem meu respeito
nem muito menos tenho pra lhe dar

Tenho dito.
.
.
.
.