Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Tempo de Amanhã Chegou Hoje - por Kbçapoeta

.
Quero ver o amanhã distante!
Agora vejo a ilha
Que são as pessoas opacas,
Engomadas de uniforme ou gravata,
Empurradas pela sutil chibata
Que lhes cobram um tempo maior, resultado
Do tempo que ficou menor que suas vidas.
O desenvolvimento pode ser a salvação
Transmutada, mero apanágio
De acadêmicos procurando explicar
O imenso vácuo dos dias atuais.
O amanhã e o ontem ficaram tão próximos
Que os homens vivem um perene réveillon
Onde o amanhã está a minutos de distância,
Não mais dividido por uma noite de sono e sonhos.
.
.
.
...........................
.
.
.
..........................................Visitem Kbçapoeta
.

Haikais - por Alba Vieira

.
Preto lascado
Não irá pra panela
Mesmo sendo bom

Não só na mesa
Aparência vale mais
Que qualidade
.
.
.Visitem Alba Vieira
.
.

Recado - por Cacá

.
Meu caro Gio:

Simplesmente fantástica a sua crônica. Tem uma sobre o assunto, de Luis Fernando Veríssimo chamada COMO AS MULHERES DOMINARAM O MUNDO. Lá, ele faz uma projeção do cenário mundial para 2031. Você antecipou muito bem o que é, de fato, a realidade.
Adorei. Abraço. Paz e bem.
.
.
.
Comentário em O Mundo é das Mulheres!, de Gio.
.
.
.Visitem Cacá
.
.

Machado de Assis e o Equilíbrio da Vida - Citado por Penélope Charmosa

.E enquanto uma chora, outra ri; é a lei do mundo, meu rico senhor; é a perfeição universal. Tudo chorando seria monótono, tudo rindo, cansativo; mas uma boa distribuição de lágrimas e polcas, soluços e sarabandas, acaba por trazer à alma do mundo a variedade necessária, e faz-se o equilíbrio da vida.
.
.
.
Machado de Assis, in “Quincas Borba”.
.

Tenta-me - por Poty

Você me tenta
E quero ser tentado por ti.
Contenta-me a tua perdição.
Sinto bem pelo teu tentar,
Pela tua sensibilidade
Por tua sensualidade
Pelo teu sorriso
Pela tua pele
Pelo teu olhar
Pela tua timidez
Por tua sensatez
Por tuas imaginações
Por tua solidão
Pela tua mansidão
... A tua causa, sem causa...
.
.
.
Visitem Poty
.
.