Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 24 de outubro de 2013

As Sete Leis Espirituais do Sucesso: um guia prático para a realização dos seus sonhos, de Deepak Chopra - por Alba Vieira



Discorre sobre sete leis espirituais que se respeitadas nos levam ao sucesso e mostra que são leis espirituais da vida. O objetivo do livro é chamar os leitores para entenderem e aplicarem estas leis no dia a dia e estimularem outras pessoas a fazer o mesmo, criando inclusive redes de atuação no mundo.
As sete leis são: lei da potencialidade pura, lei da doação, lei do carma, lei do mínimo esforço, lei da intenção e do desejo, lei do distanciamento e lei do darma ou propósito de vida.
São todas leis muito simples, mas que na prática, quase sempre são negligenciadas ou mal compreendidas. É importante entender que essas leis são seguidas na natureza, em todos os processos de criação. Conhecendo-as, estaremos em harmonia com a natureza, podendo ser criadores da realidade que nos cerca, sem ansiedade, com alegria e amor.
Lei é o processo como o não manifesto se transforma em manifesto.
Tudo que existe, tudo o que contemplamos vem do campo da potencialidade pura, que é o não manifesto, a divindade, o Eu, a consciência. É o invisível, o desconhecido. A partir daí, origina o manifesto. É o visível, o conhecido. Na verdade, estas seriam as leis físicas do universo, como uma dança, o movimento da divindade, da consciência.
Lei da potencialidade pura - Diz que se nos alinharmos com o Eu, o campo quântico, da potencialidade pura podemos criar uma nova realidade. Isto é criatividade. Mas para isto teremos de abandonar a objeto-referência e passarmos para a auto-referência, saber quem realmente somos: seres espirituais, ilimitados. Ajuda ficarmos em silêncio por pelo menos trinta minutos, duas vezes ao dia, entrarmos em contato com a natureza e praticarmos o não julgamento.
Lei da doação - Orienta a criar fluxo, dar e receber todos os dias, agradecer às dádivas da vida, estar aberto a receber. Manter o fluxo dando carinho, amor e afeição. Desejar em silêncio alegria para todos.
Lei do carma - É lei de causa e efeito, mostra que colhemos o que plantamos e é bom ficar alerta para as escolhas que fazemos consciente ou inconscientemente. Trazer para a consciência, estar no presente. Antes de escolher, saber as consequências para si e para o mundo. Pedir ao coração a orientação nas escolhas de acordo com a sensação de conforto ou desconforto.
Lei do mínimo esforço-Saber que há inteligência em tudo na natureza, então tudo é perfeito e ocorre sem esforço, sem ansiedade. É o princípio da não resistência. Partir da aceitação (da certeza de que tudo e todos são como devem ser nesse momento), da responsabilidade e da indefensibilidade (não precisar defender pontos de vista).
Lei da intenção e do desejo - Depois de aceitar tudo como é no presente, fazer uma lista dos seus desejos e olhar sempre, colocando esta intenção no futuro, no campo de potencialidade e deixar que o universo organize e cuide de tudo.
Lei do distanciamento - Livrar-se dos condicionamentos do passado e abrir-se para o futuro desconhecido, estar nas mãos da mente criativa que rege o universo. Deixar tudo e todos serem como são, sem impor suas ideias. Aceitar a incerteza (possibilidades) e entrar no campo de potencialidade aberto à aventura, aos mistérios, à magia, à diversão.
Lei do darma ou propósito de vida - Saber que há em você uma divindade, prestar atenção ao espírito que não é limitado pelo tempo ou pelo espaço. Fazer uma lista dos talentos únicos e saber que quando os expressa cria abundância, perde a noção do tempo, tem alegria e deve colocá-los a serviço da humanidade, perguntar como deve servir, ajudar.

Essas leis se aplicam a todos os aspectos da vida, inclusive à saúde.