Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Sou a Paixão… - por Manhosa

Fogo vivo… labaredas…
Loucura…
Desejo…
Jogo…
Vendaval…
Correnteza…
Mar tempestuoso…
Fogos de artifícios que explodem no ar…
Brilho… cores… luzes…

Choque… trovões…
Raios… descargas de energia…
Sabor de pecado…
Mistério carregado de ilusões

Uma alma que dança todos os ritmos…
É céu…
É inferno…
Insanidade…
Pura tentação…

Com um só beijo… pode queimar a boca…
Mas… aquece o coração…
Faz o corpo tremer…
Lavas escorrem do vulcão…

Todos me reconhecem…
Sou a paixão…
.

De Manhã - por poney do inferno

Nas pequenas horas da manhã
Apesar de todo o vasto mundo, eu me encontro rápido adormecido
É mentira dizer que eu não vou pensar sobre a garota
E nem sequer pensar em contar ovinos

Quando o seu coração solitário vai aprender a lição?
Você deseja ser dela, mas só se ela fosse te chamar
Nas primeiras horinhas da manhã
Esse é o tempo que falta ela mais do que tudo

Quando o seu coração solitário aprendeu a lição?
Você deseja ser dela, mas só se ela fosse te chamar
Nas pequenas horas da manhã
Esse é o tempo que falta ela mais do que tudo
Esse é o tempo que falta ela mais do que tudo

Coloco um saco plástico no rosto
Mas sinto mais falta dela que de ar
Pulo de cima do prédio
Mas sinto mais falta dela que de asas

Quando eu acordo sem o calor dela
Esse é o tempo que falta ela mais do que tudo
Esse é o tempo que falta ela mais do que tudo
.

Reflexo - por Raquel Aiuendi

Deus, imagem refletida por humanos
Num espelho de turva superfície
Quão mero e vão artífice
Superficialmente crida, bordados
Às bordas muito quebrados...
Descrença de deus, o humano
Que se crê sobre-hermano
Solidão que se expressa
Morte que se apressa
Vazio que se instala
Na insuficiência de ser
Numa existência do ter
Que, frágil, estala.
.

George Wesley, sobre Reputação e Caráter - Citado por Therezinha

.
Quando um vendedor nos impinge uma cesta de maçãs, a sua reputação está no cimo da cesta; mais tarde, descobrimos que o seu caráter estava no fundo.
.
.

Todo Psiquiatra é Louco Também - por Alba Vieira

Acaba doido…
Quem trata maluco é
Demente também.
.

Cleide Canton e Rui Barbosa em “Sinto Vergonha de Mim” - Citados por Paulo Chinelate

Sinto vergonha de mim
por ter sido educador de parte desse povo,
por ter batalhado sempre pela justiça,
por compactuar com a honestidade,
por primar pela verdade
e por ver este povo já chamado varonil
enveredar pelo caminho da desonra.

Sinto vergonha de mim
por ter feito parte de uma era
que lutou pela democracia,
pela liberdade de ser
e ter que entregar aos meus filhos,
simples e abominavelmente,
a derrota das virtudes pelos vícios,
a ausência da sensatez
no julgamento da verdade,
a negligência com a família,
célula-mater da sociedade,
a demasiada preocupação
com o “eu” feliz a qualquer custo,
buscando a tal “felicidade”
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.

Tenho vergonha de mim
pela passividade em ouvir,
sem despejar meu verbo,
a tantas desculpas ditadas
pelo orgulho e vaidade,
a tanta falta de humildade
para reconhecer um erro cometido,
a tantos “floreios” para justificar
atos criminosos,
a tanta relutância
em esquecer a antiga posição
de sempre “contestar”,
voltar atrás
e mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim
pois faço parte de um povo que não reconheço,
enveredando por caminhos
que não quero percorrer…

Tenho vergonha da minha impotência,
da minha falta de garra,
das minhas desilusões
e do meu cansaço.

Não tenho para onde ir
pois amo este meu chão,
vibro ao ouvir meu Hino
e jamais usei a minha Bandeira
para enxugar o meu suor
ou enrolar meu corpo
na pecaminosa manifestação de nacionalidade.

Ao lado da vergonha de mim,
tenho tanta pena de ti,
povo brasileiro!

***

“De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem- se os poderes
nas mãos dos maus,
o homem chega a desanimar da virtude,
A rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto”
(Rui Barbosa)




......................Visitem Paulo Chinelate
.

Graciliano Ramos - por Raquel Aieundi

Memórias do Cárcere - Graciliano Ramos
Vidas Secas - Graciliano Ramos



“que GRACInha, LeIA ao longo dos aNOs,
de RAMOS delgados
são as VIDAS que passam SECAS
de sede: MEsMO RIAS DO CARCará
e chores pelos sEREs humanos.”
.
.
.

Resposta a “Vidas Secas: Não Li e Não Gostei…”, de Passa-Tempo.
.

Animais em Festa - por Alba Vieira

Noite de festa na floresta:
Animais convivendo harmoniosamente,
Todos integrados às árvores e rochas,
Usufruindo as maravilhas do universo,
Reunidos, felizes, cada um em seu lugar
Esperando a hora certa para cada coisa.
Zune zangão, zoa abelhinha!
Aí vem o homem! Acabou a festinha!…
.

Caixinha de Costura - por Ana

Agulhas, linhas, dedal,
fitas, botões, tesourinha,
cores, texturas, formatos,
cabem todos na caixinha.

Caixinha na qual não cabem
meus sonhos de criancinha
nem meus desejos de adulta
nem meus medos de velhinha.
.

Deixa Eu Reclamar Pra Não Pirar! - por Alba Vieira

Para o mundo! Para! Para que eu quero descer! Sei que isto já foi dito milhões de vezes antes, mas agora eu tô falando: para! Não aguento mais! Não quero continuar. Estou saturada! É muita doideira, muita confusão, tanta insensatez… É horror demais, que não acaba, que está em todo canto! É só incoerência! É abuso, é descaso! É gente comendo gente, pisando gente, matando gente! É cegueira demais, é muito fingimento, é cinismo! É terror! É terror do teu lado! E fome? Cada vez tá mais perto. E feiúra e sujeira? Também. É arrastão. Estão me arrastando pra desgraça e pra imundície. Para! Já falei: para! Não tô brincando não. Desisto. Não quero lutar mais. Não vou mais tentar fazer mudar isto não. Nada desse papo que o mundo é expressão de todos nós. Não acredito mais. Ou melhor: admito. Admito que perdi. Tô me retirando, na paz… Tô saindo de cena. Cansei. Tô quase surtando. Tá por pouco. Sinto que esta onda já tá me pegando e agora ou fujo ou fico de vez. Tô indo, entregando os pontos, saindo de fininho pra ninguém tentar me convencer a ficar. De verdade. Tô sabendo o que estou fazendo. Me deixa ir. Eu quero. Eu sei. Pulei.
.

Machado de Assis: Não Leio e Não Gosto… - por Raquel Aiuendi

Machado machadeia minha paciência
com seu estilo lítero-implicância
respeitado dentro dessa ciência
tiro o chapéu, mas não leio
e, pra mim, essa minha ignorância
não faz diferença, eu creio.


E você? De que autor você não gosta?
.

Parabéns! - por Alba Vieira

É aniversário de meu irmão caçula. Ele é determinado; sempre foi, desde a infância. Sempre soube aonde ir, como se olhasse apenas para frente, enxergando longe, sem se deixar distrair com o que encontraria até atingir sua meta. Quando coloca para si um objetivo, trabalha de forma incansável até atingi-lo. Soube, desde cedo, que deveria correr atrás de seus sonhos e realizar as próprias ambições. Mas, acima de tudo, ele é forte porque sabe enfrentar as dificuldades, não fugindo delas ou perdendo tempo com reclamações. Ultrapassa os problemas, desenvolvendo estratégias para lidar melhor com o que aparece para ser resolvido, e faz isso usando a racionalidade, que é sua habilidade principal, mas sem perder a sensibilidade. Ele sente, e muito, só que não expõe facilmente suas emoções.
Hoje toda a família vai comemorar com ele e a filha que o ama de paixão, já que há algum tempo ele acumula as funções de pai e mãe. Já superou perdas e ultrapassou períodos tão difíceis que outras pessoas talvez tivessem tombado. Mas ele amadureceu mais rápido, se estruturou melhor para enfrentar as exigências da Vida.
Agora as águas estão mais calmas e só falta, mesmo, ele ter consciência de como é forte e capaz de lidar com adversidades realmente significativas para que possa, então, relaxar no dia-a-dia, deixando de ficar tão estressado com pequenos problemas que surgem em casa ou no trabalho.
As responsabilidades são muitas e às vezes parece impossível dar conta de tudo sem acelerar e se exasperar. Mas a certeza de que se é capaz e se realiza sempre o melhor poderá trazer de volta a calma e a capacidade de voltar a sorrir com a mesma expressão leve de antes. Tente perceber isto, você consegue!
Que você seja sempre abençoado pela Vida e possa, a partir de agora, se dedicar à maior conquista, a única capaz de nos trazer paz e serenidade: o domínio de si mesmo, o reencontro com sua alma.
Feliz aniversário!
Um beijo.
.

Para Ana e Raquel - por Escrevinhadora

Por que será que não se entendem?
Duas moças inteligentes versadas nas letras, nas rimas
por que será que brigam tanto
fazendo das palavras esgrima?
Por que não juntam seus talentos
seus versos e seus encantos pra fazer uma obraprima
que nos deixe mudos de espanto?
Ao assistir à distância esse duelo sem motivo
tenho vontade gritar:
parem já, chega de briga!
Dêem-se as mãos, sejam amigas.
Porém devo confessar, a sinceridade me obriga,
não sirvo pra conciliar, também gosto de intriga.
Em vez de fazer reprimendas, de censurar o combate
vou pôr lenha na fogueira e incendiar a disputa:
meninas, continuem na luta
o debate entre vocês já está virando lenda.
.