Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




domingo, 20 de setembro de 2009

Luz da Esperança - por Alba Vieira

Atravessa a luz rasgando as dores...
Luzindo e desfazendo o negror da noite.
Voando, os pássaros anunciam novo dia,
Ornando o céu com os rabiscos de asas em movimento.
Rodopiam com a brisa suas penas que se soltam e
Atapetam o solo as folhas que caíram na tarde anterior.
Desfez-se o véu da fria madrugada em gotículas de orvalho...
Aparecem os primeiros raios de sol e nos corações, novos amores.



Visitem Alba Vieira
.
.

Viagem - por Aline

Enquanto escuto a música “Trem das Cores” sou bombardeada por uma enxurrada de pensamentos que dificilmente consigo acompanhar com a velocidade que tenho ao escrever à máquina. Assim pretendo ir escrevendo sem respeitar a forma, apenas tentando seguir o fluxo dos pensamentos.
A música vem e agora estou num trem vindo de onde não sei e indo pra algum lugar também desconhecido. Só consigo captar esse momento em que de dentro do trem observo.
Caetano Veloso

Parabéns, Meu Sobrinho! - por Ana

Tenho um sobrinho distante
(Geograficamente falando),
Mas vive perto de mim,
Sentimentalmente pulsando.

É jovem tão descolado,
Sorridente, falador,
Amoroso, inspirado,
Apaixonado pelo amor.

Escreve coisas tão belas,
Versos que me encantam
Pela forma e conteúdo,
Pelo perfume que emanam.

Às vezes ele me choca
Com os arroubos da juventude.
Mas esta fase é assim mesmo...
E esta é sua virtude.

Hoje é seu aniversário,
Mais um ano se passou.
Por aqui te mando beijos,
Desejo tudo de bom.

Pena não poder te ver,
Fazer o quê? A vida quer...
Mas o certo é que te gosto,
Meu querido Ronier.
.

Eu Falo “Eu te Amo” para os Meus Amigos - por DAS

.
.

.
.
Você pode achar que isso é banalizar o amor, mas creia, não é!
O que sinto não é banal e não falo por falar!
Mas uma coisa é certa, o momento não pode ser qualquer momento.
Mas aquele em que você sente que a sintonia entre ambos parece ser tão intensa e única;
Ou quando você sente um carinho tão grande que não consegue explicar;
Quando você verbaliza o que já está no coração e, o melhor de tudo, sente que a recíproca é verdadeira!
Quando a saudade é grande;
Quando você sente que encontrou uma alma igual à sua, já passaram por coisas parecidas, se entendem, se ajudam;
Quando você sente que encontrou um amigo na vida e ele já estava esperando por você!
...

E esse momento vem de várias formas:
depois um olhar que diz muito;
de uma palavra certa na hora certa, ou muitas sempre certas, independente da hora;
de uma lembrança do que já passaram juntos;
de uma risada contagiante, depois dessa lembrança;
depois das lágrimas, quando você percebe que esse alguém que está ao seu lado é seu amigo para o que vier;
de um abraço apertado e carinhoso no momento em que mais precisa, ou quando você não pode ter ou dar esse abraço;
...

Então me diz: Vale ou não um EU TE AMO?



Visitem DAS
.
.

Ferreira Gullar e a “Estranheza do Mundo” - Citado por Penélope Charmosa

Olho a árvore e indago:
está aí para quê?
O mundo é sem sentido
quanto mais vasto é.
Esta pedra esta folha
este mar sem tamanho
fecham-se em si, me
repelem.
Pervago em um mundo estranho.
Mas em meio à estranheza
do mundo, descubro
uma nova beleza
com que me deslumbro:
é teu doce sorriso
é tua pele macia
são teus olhos brilhando
é essa tua alegria.
Olho a árvore e já
não pergunto “para quê”?
A estranheza do mundo
se dissipa em você.
.

Chuva - por vestivermelho

Cai a chuva e nós ficamos parados
olhando ela cair
em forma de gotas de amor
Suave ao mesmo tempo como nossos beijos
Deixando o nosso amor cada vez mais forte
Que bom te amar na chuva...



Visitem vestivermelho
.
.

Parabéns, Meu Irmão! - por Ana

Neste dia, há muito tempo,
Nascia mais um meu irmão.
Desejado, muito aguardado,
Para habitar meu coração.

Veio sério, poucas palavras,
Um homem em miniatura.
Nos encantou com a beleza
E nos inspirava ternura.

Cabelos lisos, sedosos,
Olhos castanhos, profundos.
Tranquilidade quieta,
Vivia só em seus mundos.

O tempo passou tão depressa!
Há muito é mais alto que eu,
Já tem uma filha linda:
Marcely, que a Márcia lhe deu.

Sua vida foi difícil,
Às vezes por própria escolha...
Semeou em solo errado...
Há plantio que não se colha?

Mas da vida tira lições,
Nas dores vê benefícios.
É meio sábio, este garoto...
Meu amado irmão Vinicius.
.