Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Máscara - por Gio

.
.

.
.
Tudo que se vê não é igual ao que a gente viu a um segundo. Assim são as pessoas, seres inconstantes, que têm suas nas reações reflexo do meio onde estão. Assim como nos adaptamos a climas e altitudes diferentes, também nos adaptamos a ambientes e situações diferentes. Somos sérios no trabalho, e palhaços em casa. Somos compenetrados em aula, e completamente aleatórios em um grupo de amigos. Reagimos como convém em cada caso.

Uma pessoa pode ter várias faces. Ela pode ser um chefe rígido e exigente, um jogador comunicativo e extrovertido, e uma pessoa desleixada e isolada em um ambiente familiar, ao mesmo tempo. Essa múltipla personalidade pode ser boa, mas pode causar problemas. Quem conhece apenas uma das faces, pode formar uma ideia errada sobre o caráter da pessoa em questão, gerando um certo pré-conceito, que pode atrapalhar ao lidar com as outras faces.

Há também as máscaras. Muitas pessoas vendem uma imagem sua que, na verdade, não corresponde à realidade. Há, por exemplo, quem aponte a irresponsabilidade dos outros pra conter a insegurança quanto à sua maturidade. Agimos dessa forma quando precisamos provar - não só para os outros, mas para nós mesmos - alguma coisa, seja ela qual for (e seja ela verdade ou não). Queremos ser aceitos, respeitados, admirados... Aí aparentamos qualidades que pensamos provocar tais sentimentos.

Também construímos máscaras para parecer não o que somos, mas o que desejaríamos ser. Às vezes é difícil seguir nossos próprios ideais, nossa concepção de certo e errado, mas isso não quer dizer que eles não existam. Então tentamos fazer com que os outros acreditem que somos realmente assim, enquanto a realidade está bem longe disso. Isso é o alter ego, uma forma idealizada de nós mesmos - como queremos que os outros nos vejam. Somos máscaras de nós mesmos.

Esses disfarces acabam caindo, e derrubando tudo com eles. Quem fala uma coisa e faz outra, acaba caindo em contradição, perdendo toda a confiança depositada. As falsas imagens podem fazer com que os outros se enganem, e até mesmo se magoem ao descobrir a verdade. Cantar é fácil; difícil é recolher os cacos depois que alguém quebrou a cara...

♪ Tira a máscara que cobre o seu rosto. Me mostre, e eu descubro se eu gosto do seu VERDADEIRO jeito de ser. ♪



Visitem Gio
.

Duelando Manchetes VIII: Educação de Adolescentes - por Alba Vieira

.A JUVENTUDE E A QUEDA DAS INSTITUIÇÕES
.
.
Acho que existem, na atualidade, três tipos principais de jovens: os reprimidos e politicamente corretos, os indignados com comportamentos desviantes e os alienados que não se envolvem.
E como lidar com esses jovens que não encontram modelos externos, posto que o núcleo familiar tantas vezes não serve como referência e assistem impotentes à falência das instituições com o país contando com homens públicos tão corruptos, antiéticos e alucinados?
Como dar limites aos jovens, se aqueles encarregados de fazê-lo, sejam pais, familiares, professores ou representante do poder público, cada vez mais frequentemente não possuem qualidades mínimas para isto?
E a nossa juventude, sejam os sonhadores alienados, os revoltados ou os submissos, não estarão de qualquer forma desenvolvendo plenamente seus potenciais, o que garantiria uma evolução no âmbito nacional. E a consequência inevitável é a manutenção no Terceiro Mundo.
Aqueles que têm a sorte de contar com modelos adequados no núcleo familiar se beneficiam. Mas, como resgatar os outros?
Penso que, quando nos voltando para fora, o que encontramos nos frustra completamente, uma saída talvez seja mergulhar em si mesmo, aprofundar-se e buscar o contato com o espírito.
Algumas vezes isto se dá pela ocorrência de algo trágico na vida, o que nos obriga a instintivamente “saltar da panela quente”, funcionando como catalisador do processo.
Entretanto, podemos tentar fazer isto de forma diligente. Cultivar a solidão, se acalmar e simplesmente observar a realidade com algum distanciamento pode ser o primeiro passo.



Comentário em Duelando Manchetes VIII: Educação de Adolescentes, de Paulo Chinelate.
.
.
.
Visitem Alba Vieira
.
.

Parabéns, Professores! - por Adir Vieira

Hoje é um dia importante, que devemos festejar,
pois todo mundo, na vida, teve um mestre a lhe ensinar.
Eu mesma, que sou de um tempo em que mestre não era tia,
fico aqui, hoje, a pensar, como se mudou esse dia...
Professora, quem não lembra,
da sua primeira, aquela,
que com sua mão na dela,
ajudou a formar os “as”.
Hoje, as coisas são outras, vamos pra escola brincar.
Artes, ginástica olímpica, tocar instrumentos, rezar,
dependendo da escola,
são mais importantes que ler, escrever certo, pensar...
Hoje, pobres professoras, com tanta psicologia,
com tantos direitos humanos,
deixou de ser aquela,
a quem reverenciamos.
Pobres dos jovens de hoje que, quando o tempo passar,
não saberão qual a “tia”
que na memória terão,
com a globalização.
Talvez tudo tenha mudado,
embora as crianças também,
mas o que importa hoje
é darmos parabéns.
Vamos parabenizar a todas, as de ontem, as de hoje,
sabendo sempre, que elas, uma ou quatro na turma,
desejam para nós o saber.
Dedicadas sei que são, pois, com tantas dificuldades,
ainda existem aquelas que ensinam além do projeto,
mesmo com computador, pesquisas e tudo o mais,
sempre uma novidade, vai caber a ela ensinar.
Parabéns mestres, tias, professoras,
chame quem quiser a seu modo,
recebam o nosso carinho e nosso reconhecimento.



Visitem Adir Vieira
.

- Resposta! - por Anônimo

Veja bem como é ingrata
A “situação” em questão...
Disse “ lindinha” na lata
O que despejei do cabeção!

Ok, seis versinhos chulés
Que aos teus não se comparam,
Mas veja quão grande és
E a mim... Lobotomizaram!

Saí de meu corpo afinal
E visitei desencarnado
Bati um papo legal
Indicaram Léo: - Retrato!

Fui me arrastando assim
Com meus pensamentos fervendo
E quase chegando ao fim
Me vi então escrevendo!

Saiu poesia de mim!
Eu tava lá, e vi, tá!
A voz disse: Sou Tim!
E gosto é de filosofá!

Então saiu verso que fecha
A tampa desse caixão
E vem: Lindinha, a flecha.
Direto no coração!?

Mortinha. E de novo: o Tim!
Com teor lá nas alturas
Em meio a álcool me vi
Ai Bigode! Que tortura!

Bati as botas enfim.
E bebum é que não falta.
Por favor, dá um quindim
Pra glicose ficá alta.

E para de rir! Sofri!
Pois isto é composição!
Não sai melhor, pois criar Pri
Dispersa minha atenção.

E também tem aquela anã
nervosinha como o quê
não me deixa nada sã
Então não dá pra escrever!

(Sobre meus versos faço isso:
Depois de ler, não comento
Vendo, solto meu riso.
Eu sou pior que jumento!)



Resposta a Resposta, de Ana.
.

Dia do Professor - por Dan

......Só pode ser um bom professor aquela pessoa que também está disposta a aprender. Aquela pessoa que pesquisa, que vai atrás de novas experiências e de novos atrativos. Aquela que não tem preguiça de fazer cursos e sempre trazer novos desafios aos seus alunos. Aquela pessoa que os mantém entretidos nas aulas.
......O bom professor cresce com os alunos e aprende com eles, usa de todos os meios necessários para manter-se atualizado em relação ao progresso tecnológico. Com todo o progresso tecnológico dos últimos tempos é impossível ficar atrás, é impossível ignorá-lo, pois se corre o risco de ser engolido por ele.
......O verdadeiro professor defende seus alunos contra suas próprias influências, transfere o que sabe e aprende aquilo que ensina. Os alunos devem caminhar com suas próprias pernas, serem criativos para não serem dependentes de ninguém, nem mesmo do professor. Ao mestre cabe interagir com eles e manter sua autonomia. Neste sentido o professor não apenas ensina, mas elabora condições para que o aluno tenha capacidade de descobrir.
......O professor que instiga, pesquisa, induz, leva a deduções e descobrimentos, é querido pelos seus alunos. Este é o verdadeiro mestre. Em qualquer profissão é necessário estar atualizado. Com a carreira do magistério é a mesma coisa. O professor não é um sacerdote e sim um profissional que deve lutar por melhores condições de trabalho e salário, que deve lutar por um ensino melhor. O professor consciente não é aquele que põe medo nos alunos, mas sim aquele em que eles podem contar no seu processo de aprendizado e descoberta.
......Esse é o professor que deve ser homenageado no dia do professor, esse é o verdadeiro professor. O que não é apenas transmissor de verdades absolutas, mas aquele que junto com seus alunos as questiona. O que cultiva o amar, a amizade e o descobrimento com os alunos. O que é movido por impulso, por emoção e pela razão. Aquele que tem orgulho de ensinar e aprender. Aquele que não é apenas um passador de informações mortas e sim aquele que participa da construção de seres humanos.
......O dia do professor é para aquele que é lutador, enfrenta as agruras indo adiante, buscando sua autorrealização e a realização dos alunos. O dia do professor é para aquele que não só armazena o conhecer, mas que o divide com centenas. O dia do professor é para o guerreiro que consegue combater as suas agruras e de seus alunos, buscando a realização de ambos, atingindo a plenitude humana e suas potencialidades...



Visitem Dan
.

No Mar - por Leandro M. de Oliveira

.
.

..................Desenho de Violeta
.
.
Das torres de areia e silêncio
Uma mulher se ergue no espaço,
Abraça a cal do tempo. Ama só
E murmura à espera do encanto.
Líquida como a água,
Arcaica como o sonho.
De sangue e carvão verte as veias,
Chora a desventura, ri do que vem.
- “O mar sou eu”. Remota feito tempo,
Mira o rosto ao firmamento; nada vê...

Nas agruras da chuva que não vem,
No inconstante das ondas caudalosas.
Sem reposta ou esperança
Dissolve a vista que erra a esmo,
Abre o peito, resiste à dor.
Pra um dia se encontrar e morrer,
De uma vez ir e se perder,
Na promessa de um mar sem termo.
.
.

.
.
.

.