Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 9 de abril de 2009

Ao Filho que Não Nasceu - As Nossas Poesias XI

São pra você estas linhas...
Também me servem de consolo:
Extravaso meu arrependimento
E todo o meu desconsolo...

Oh! Filho tão amado!
Pensei que fosse o momento errado,
Por isso te rejeitei,
Por isso eu te abortei.

Hoje vejo o quanto errei,
Mas se errei, eu vivi:
Porque incapaz de errar
só quem não está aqui.

Mas deste erro nasceu
Uma nova pessoa,
Que olha para dentro de si
Neste caminho sem volta.

Que é o de se descobrir.
O caminho é longo e árduo,
Mas só depende de mim
Não ceder às dificuldades.

E agora agirei de outra forma:
Vou encarar o que a vida trouxer.
Venha de novo, filhinho!
Agora e sempre a mamãe te quer!



.

Dúvida - por Alba Vieira

O sorvete que você lambia
Apesar da anorexia
E depois vomitaria
Por causa da bulimia
Seria só fantasia
Ou agonia?



Poesia cujos título e primeiro verso foram utilizados para a versão coletiva Dúvida - As Nossas Poesias X.
.

Duelando Manchetes I: Aborto - por José Ivo

Querida Ana,
Em resposta ao teu comentário, sei que há casos muito complicados na vida de cada uma, nomeadamente, violações, gravidez acidental e não planeada, incluindo casos de mulheres terminais, etc., mas eu não sou DEUS, e não fiz os mandamentos.
Cada um é responsável por si e que use a sua consciência (que é a voz de DEUS) fale, para melhor atender ao problema.
DEUS, não deu procuração a ninguém, para se praticar ABORTO, e matar-se uma criança que é uma dádiva de DEUS. Nem DEUS, abriu qualquer excepção para os casos complicados criados por seres humanos, incluindo doenças, produto de poluição do ar e destruição do ambiente terrestre, causado por irresponsabilidade e negligência humana.
Apenas, neste assunto, sou um testemunho vivo de um Cristão que obedece à risca à verdade divina.
Qualquer que seja o problema grave na vida de uma mulher quanto à inesperada gravidez, e se não sabem o que fazer, porque não deixar o problema nas mãos de DEUS, e ELE, misericordioso e cheio de amor por nós, vai solucionar o problema a SEU contento, sempre oferecendo-nos o melhor que esperamos.
Sabes querida amiga, DEUS testa a nossa fé, fazendo face a problemas desta natureza.
Um beijo carinhoso.
José Ivo



Resposta a comentário de Ana em “Duelando Manchetes I: Aborto”, de José Ivo.
.

Duelando Manchetes I: Aborto - por José Ivo

QUERIDOS AMIGOS/AS,
Gostaria de acrescentar aos comentários inseridos que:
NEM SEQUER SONHEM EM CONFRONTAR A INTELIGÊNCIA DE DEUS, POIS FOI ELE QUE DEU A NOSSA.
As nossas conveniências e interesses nunca serão prioridade às leis da Criação, feitas por DEUS.
Podemos usar a nossa inteligência para o bem ou para o mal. Se a usarmos para o bem, agradaremos a DEUS.
Se a usarmos para o mal, levantaremos a ira de DEUS.
E por mais inteligentes que podemos ser, sempre seremos uma gota de água no oceano, comparando com a inteligência de DEUS.
Pensem, meditem, e a escolha é vossa.
Com carinho e amor
José Ivo



Complemento a “Duelando Manchetes I: Aborto”, de José Ivo.
.

Laços de Ternura - por Ana

Gostei assim... assim... da água com açúcar.



Sinopse: Cineclick
Trailer: Turner Classics Movies
.
.
.
Resposta a Um Estranho no Ninho, De Luiz de Almeida Neto.
.
.
.
E você? Que filme gostaria de comentar aqui?
James L. Brooks

Chuva - por Alba Vieira

Chove fininho. A paisagem fica nublada pela cortina delicada desta água que não cessa de cair do céu. Assim começou este ano para nós, brasileiros. Chuva fina aqui, chuva pesada acolá.
Como este fato será percebido por cada um de nós? E como afetará nossos sentimentos?
A água simboliza emoções. Água infiltra, segue seu curso, sem se deixar deter. Água fertiliza. Água é veículo para matéria e energia. Fazendo as devidas correlações na Medicina Chinesa, na Astrologia, na Psicologia, teremos uma ampla rede de conexões, com possibilidades as mais variadas para este ano.
Para mim, esta chuva fina pede aconchego, cama quentinha, companhia certa deitada ao lado, profundidade e reflexão.
A emoção fica exacerbada com suas consequências fáceis e difíceis.
Chuva também me faz olhar para fora, para a realidade de onde vivo e ter compaixão pelos que não têm um teto, uma coberta ou sequer uma roupa ou sapatos para se protegerem da umidade. Ao mesmo tempo me faz pensar na alegria dos que vivem em terras áridas, quando a chuva chega para refrescar o corpo e a alma, fazendo-os dançar alegremente no chão duro, agora molhado e macio, com a promessa de colheita e sustento da vida.
E a chuva faz deslizar, faz com que tudo venha abaixo. Se cai continuamente, molha o rosto, retirando a maquiagem, encharcando os cabelos que então tornam o rosto tão natural como após o banho ou depois do amor. Aliás, não há nada tão sedutor para um casal de namorados como ver o outro molhado de chuva, despido inteiramente dos disfarces habituais, de cara limpa. Pena que faz também deslizamentos de terra com desabamentos de prédios, grande destruição e dor. Entretanto, no final, a mesma água limpará o que sobrou, ajudando a desfazer os estragos, refazendo tetos, paredes e a vida dos desabrigados.
Parece que este ano será de muitas águas: muitas emoções, muita renovação, o eterno fluir da vida. Que seja uma água bendita que desça dos céus, encharcando nossos corpos, limpando nossas auras, nos abençoando e fazendo seres melhores.



Visitem Alba Vieira
.

Querer... - por Manhosa

Querer...

Hoje...
Te quero inteiro...

Meu corpo como um temporal em alto mar...
Madura...
Consciente...
...coração como uma fornalha...

Infinitos prazeres...
Desejos...
Sonhos...
Simples doações...

Solta este grito preso em tua garganta...
Sai deste silêncio solitário...
Deixa o não... para um amanhã... bem distante...
Faça o nosso hoje pleno de felicidade...

Temos alma...
Querer...
Viver hoje...
Porque esconder sentimentos...
...chorar a distância...



Visitem Manhosa
.

Arthur Schopenhauer - por Ana

Schopenhauer, li alguns trechos também. Gostei muito.



Resposta a “Obras”, de Leo Santos.
.
.
.
E você? De que autor você gostou muito?
.

Soneto 11, de Luís Vaz de Camões - Citado por Penélope Charmosa

Amor é um fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?



.

Livre-arbítrio - por Vicenzo Raphaello

Livre-arbítrio
Constante espiritual
para o acerto da dualidade
da natureza de Deus
Nada é perfeito
Nesta equação por nós inventada
acerta-se aquilo que
acertado não pode
Idealizado a perfeição
É a armadilha em que nos enredamos
Não há solução
Aprendizes de um jogo
que mal jogado sempre será
Sua natureza
É nossa natureza
De nós não podemos escapar.

.