Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 5 de março de 2009

Sonha, Dor... - por Ana

- Acorda Tom, vem ver
Que a vida não melhorou
Acorda Tom, vem ver
Deixa de ser sonhador

- Já vô, pai, eu já tô indo...
Deixa eu sonhar mais um pouco...
No sonho eu compro sorvete
E ainda fico com o troco.

No sonho não tem urubu,
Não tem lixo, tem chuveiro,
Eu sei ler e vou às aulas,
Tenho cama e travesseiro.

No sonho não brigo com cães
Pelos restos de comida,
Não sinto este cheiro ruim
Que domina minha vida.

No meu sonho, pai, me ouve,
Você era um cara bacana:
A gente ia passear
Todo final de semana.

Não me tratava a pedrada,
Não me dava pescoção,
Não judiava de mim
Me afogando no lixão.

Eu tinha mãe e irmãos,
Ria, corria, brincava,
Quando fazia a lição
Todo mundo me ajudava!

Eu era o filho menor,
Todo limpo, arrumadinho,
Tinha bola, tinha pipa
E um monte de carrinhos.

Ouve, pai, mais um pouquinho
O que eu quero te dizer:
No sonho eu te dizia
Que gostava de você.

E no sonho a gente era
Gente mesmo, não era bicho,
A gente tinha uma casa
E não dormia no lixo.

Não sei como tô falando
Tanta coisa pra você...
A gente nunca conversa...
Não tem nada pra dizer...

Você não me faz um carinho,
Nunca olha para mim,
Eu também nunca te olho
E vamos vivendo assim...

Mas falar e te contar
Meu sonho é muito bom.
Quero dizer outra coisa,
É importante...
.....................- ACORDA TOM!


Inspiração e primeira estrofe de..................................................
Escravos Urbanos”, de Casé Uchôa...................................................
.

A Morte e a Morte de Quincas Berro d’Água - por Ana

A Morte e a Morte de Quincas Berro d'Água - Jorge Amado


“De Jorge Amado, gostei de ‘A Morte e a Morte de Quincas Berro d’Água’. É muito bom! Divertidíssimo!”
.
.
.
de Escrevinhadora.
.
.
.
E você? De que livro você gostou?
.

Estrelas - por Alba Vieira

Estrelas, explosão de luz no negror da noite.
Estrelas, possibilidades infinitas de vida no cosmos.
Estrelas: confetes salpicados no breu do céu.
Estrelas, entes queridos levados pela morte a nos observar.
Estrelas, astros a influenciar de longe as vidas humanas.
Estrelas: presentes, desejos, sonhos que esperamos um dia chegarem para nós.
Estrelas: pura energia que nos atrai e que atraímos,
Transformando o que imaginamos em realidade.
.

Duelo - por Raquel Aiuendi

Duelo num po-
ema, meu suor mental
em dígitos, só.
.

A vestivermelho - por Ana

Querida vestivermelho,
Agradeço a deferência
De ler as minhas bobagens
Com carinho e paciência!

Também gosto de te ler!
Que bom que gostou do embate!
Já vou indo, pois meu rosto
Tá vermelho que nem tomate!


Resposta ao comentário de vestivermelho em “Digo e Repito”, de Ana................................................
.

Recado - por Yuri

Não diga que sou incapaz, pois nessa interminável solidão, quem o ajudou mesmo? Quem foi sua luz? ... dã (pense).
.

Intrínseco - por Geise Meireles

Silêncio... a meia noite acalma a madrugada,
O pensamento estaciona em inúmeros problemas, desejos e angústias.
Pra quê pensar demais, por que deixar de fazê-lo?
Vontades imperfeitas que tendem a intrigar as atitudes,
Convertem a um inevitável medo, insegurança e incerteza...
São muitas as suposições inconcretas.

A vontade é apenas um traço não planejado
Que foge aos desejos de querer controlar tudo.
Impulso... pudor
Veleidade... dúvida
A celeuma da mente mediante o profundo silêncio
Me intriga.

Vontade de correr, parar, gritar, beijar, abraçar, exprimir palavras...
Vontade de não viver de paradoxos
De querer emanar o meu interior
De não viver das conseqüências
E não apenas fazer o que penso, mas ter noção de como fazê-lo.
Não ter medo.
Estagnar suposições pessimistas que sempre me fizeram desistir.

Nada acontece como se planeja,
A planta que se desenvolve não inclui as surpresas.
O futuro planejado é um Déjà Vu contínuo.
“Não existe amor perfeito, mas sim, amantes acomodados”, disse um poeta.

E assim, sons dos minutos em um relógio antigo
Mostram a minha constante fuga de não sei o quê.
Opaca me torno.
Às vezes, as tentativas de expressar algo retraído são incessantes
Mas, o inexorável medo de se sentir frágil apavora.
Minto para mim mesma.
Confusas palavras, confusa me torno.
.

Passa-Tempo


Cidade Rio de Janeiro
Idade 17 por enquanto
Preferências Sexo feminino
Hobbies Fazer loucuras
Signo Virgem graças a Deus
Influências O amor
Pontos Negativos Eu sou um cara extrovertido, sou uma espécie masculina não identificada que já está em extinção, alguém que valoriza o amor acima de todas as coisas, e que respeita o sexo oposto mais do que deveria.
Pontos Positivos Sou folgado, amigo, abusado, chato, irritante, louco... e que está sempre por perto!
.
.
.

Sê Todo, a Começar pela Casca... - por S. Ribeiro

Aléias pelos campos em meus pés, uma travessa de silêncio. Poucos me conhecem e não sabem quão grande sou pela noite quando não estou cansado de ser personagem real da espera e contador de dias. Teu poema novo não é mais que tu mesmo - o truísmo é equivocadamente e profundamente absoluto e enjoativo. Não me deixarei, apesar de perder-me todos os dias, melhor, não lembrar-me pelas horas, pobrezinhas, entupidas de expectativas. E repouso, calado, me querendo, sem nada, nem palavras.


Retirado de meu blog S.Ribeiro_Poesias
.

Gentileza Gera Gentileza - por Alba Vieira

Simpatia rende
Créditos e sorrisos
É bom ser gentil
.

20 - por Raquel Aiuendi

Falei com vinte
Que gostava do casal vinte
E vim te ver vinte vezes
Vinte vezes zero
Vinte zeros sempre serão
Que vim fazer o
Com vinte.
.

Consciência - por Yuri

Você sempre tropeçava e não percebeu. Mas eu vim contando todos os quebramolas.
Já era de se saber que um dia o carro iria se quebrar, iria ter um fim...
.