Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sábado, 27 de abril de 2013

Salve poeta - por Poty

Salve/salve/salve
Poetas dos amores
Das paixões
Alucinações
Viajantes sem asas
Inacabados
Das musas de corpos nus
Das bruxas insanas
De santas endiabradas
Revigoram nossos pensamentos
Mexe com nossa louca vestimentas
Desnuda nossa vontade
E nos faz escrever...
Salve/salve/salve
Poetas do mundo!
 
 
Num segundo é tudo que se imagina para este pequeno mundo que se desfaz na nossa desfaçatez.

Poty – 14/03/2013


Teu coração - por Poty





Amo teu coração
Satisfaz teu coração
Explode
Pulsa
Sacode
Mexe
Borbulha feito criança
Sangra
Estampa
O meu!
Poty – 14/04/2013

Arte na rua - por Poty





Arte de rua
Pinta nua
Desfaz crua
Ela continua
Poty – 19/04/2013

És Tudo Para Mim - por Poty



Minha paixão, vivo pensando em ti.
Não vivo sem ti...
Faz-me sofrer, não me dá atenção...
Eu não vivo sem ti...
És minha vida com ternura... Não faz assim comigo!
És tudo para mim!
Fico sem sabe o que fazer!
Me faz chorar
Não sei mais o que fazer?!
Só sei que sou fascinado demais.
Poty – 24/04/2013
 



Imaginário - por Poty





Com este olhar profundo almeja-se o mundo.
Imagina-se transcender.
Vendo tudo sem perceber.
Realiza-se fantasiosa imaginária alusão.
Poty – 25/04/2013

O Gato - por Poty



O gato olhando para seu mundo, não o dos outros e nem sabe qual é, mas Ele na janela sabe qual fitar e seguir seu instinto Felino de ser.
Não queria mostra ao mundo o seu pulo, o qual os humanos chamam de “o pulo do gato”.
Ele preferiu ficar sentado na janela a olhar o mundo.
Poty – 24/04/2014