Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Prisões - por Leo Santos

Sei que não és perfeita,
mas é bela a missão que te legou Deus;
De dar vida a mim e aos meus,
troféus simples, mas são teus,
que nos vê, a ti espreita…

Mas essa garra que te prende,
ah, se alhures existisse,
algum mestre que instruísse,
pra um frágil vergar o arco de Ulisses,
e traspassar aquele que te ofende.

Quão grande seria tal momento,
júbilo e gozo completo.
De mim e da solidão ganhaste um neto,
um opúsculo com meu afeto,
pra que embales ao colo, esse rebento.

Fizeste de letras tua dita,
quando livremente te dividias,
meio a meio, os teus dias,
entre teus pupilos e tuas crias,
tua faina era bonita.

Por certo herdei de ti,
esse apreço pela escrita,
ocupação venturosa, bendita,
e agora que o dom palpita,
recordo o que aprendi.

E ver-te assim, em grilhões,
nas garras do desatino,
fere meu lado menino,
que roga ao Senhor do destino,
que desfaça essas prisões…
.
.
.
Visitem Leo Santos
.

O Dom - por Alba Vieira

Arte é centelha permanente
Na vida de quem deixa fluir...
A sensibilidade é um presente.
O dom é o bem maior a possuir.

Mas nem todos conhecem o seu dom.
Às vezes, é escondido tão profundamente
Que se vive sem brilho e fora do tom,
Percebendo a vida nada reluzente.

Se a existência parece cinza,
Se nós contamos os dias ao invés de viver,
Fazendo o que deve ser feito e sendo ranzinzas,
Decerto não deixamos nossa missão florescer.

É preciso sondar com diligência.
Entender como de fato somos é mister.
Onde parecemos perfeitos? Do que gostamos?
Cumprir a missão é fazer o que se quer.

Não importa o que os outros pensem a respeito.
A escolha é sempre individual.
Só você é capaz de saber ao que veio,
Pode ser algo grandioso ou mesmo banal.

O fato é que quando sintonizamos
Com a razão maior de nossa vida,
Equilíbrio, força e alegria nós despertamos,
Estaremos em paz e fluindo com a vida.

Essa é a maior proteção que se pode ter:
Uma vida muito rica de objetivos,
Não dando espaço pra doença aparecer
E estampando no rosto um eterno sorriso.
.
.
.
Visitem Alba Vieira
.

O Controverso de Romeu - por Esther Rogessi

.
.

.
.
Meu sonho de menina...
O meu príncipe encantado, Romeu, ao meu lado.
Dois corpos n’uma só alma, brilhante, a cavalgar pelas campinas...
Frondosas árvores, nosso descanso; a verde grama nosso tapete;
raios de sol, dois tons de verde... luz tênue, raios sutis... Efêmeros, igual à vida, aos amores,
as paixões doridas, ao amargo do que foi doce...
Os muitos açoites da vida, o cavalo espantou...!
Relinchou, levantou-se, equilibrando-se em duas patas...
O manso feroz se fez, retirou-se em disparada, encantou-se...
Assim... do nada!
.
.
.
Visitem Esther Rogessi............
.
.

Augusto dos Anjos e “A Obsessão do Sangue” - Citado por Penélope Charmosa

Acordou, vendo sangue... Horrível! O osso
Frontal em fogo... Ia talvez morrer,
Disse. Olhou-se no espelho. Era tão moço,
Ah! certamente não podia ser!

Levantou-se. E, eis que viu, antes do almoço,
Na mão dos açougueiros, a escorrer
Fita rubra de sangue muito grosso,
A carne que ele havia de comer!

No inferno da visão alucinada,
Viu montanhas de sangue enchendo a estrada,
Viu vísceras vermelhas pelo chão...

E amou, com um berro bárbaro de gozo,
O monocromatismo monstruoso
Daquela universal vermelhidão!
.