Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




segunda-feira, 30 de junho de 2014

O Guarani, de José de Alencar - por Ana



Um Amor Periclitante

Li “O Guarani” lá na pré-adolescência e ainda hoje, após décadas, recordo da narrativa magnífica deste livro. Lembro de como me transportei completamente para as agruras do cotidiano inóspito e perigoso que grassava na época da colonização brasileira: a situação dos indígenas, tendo que reagir aos desmandos dos conquistadores; as dificuldades encontradas pelos portugueses na nova terra; as lutas entre os dois lados, que se mantinham em constante estado de alerta.

Entretanto, em meio a estes horrores, há um detalhe de traço feminino, meigo, gentil, ingênuo, que constrói uma ponte florida (e proibida) entre os mundos: o amor de Ceci e Peri.  Este detalhe se avoluma e passa a guiar a história, no melhor estilo romântico, enquanto nós, leitores, torcemos, angustiados, por um final feliz.
.
.
.

Madre Teresa: Venha, Seja Minha Luz, de Brian Kolodiejchuk - por Alba Vieira

 
Este livro foi escrito por um padre canadense que conviveu com ela por 20 anos até a sua morte em 1997 e foi o postulador dos processos de beatificação e canonização dela.
O relato é baseado em cartas escritas pela madre aos seus conselheiros espirituais, depoimentos de pessoas que conviveram com ela e várias citações feitas por ela durante a sua vida.
Descreve a fundação da ‘Missionárias da Caridade’ a partir de um ‘chamado’ recebido pela madre em que teve a inspiração de que Jesus lhe dizia ‘venha, seja minha luz’. Desde então dedicou-se a cuidar dos mais pobres dos pobres, primeiro em Calcutá e posteriormente espalhando pelo mundo todo as Casas onde as Irmãs fazem este exercício de compaixão junto aos pobres, levando alegria (reconhecendo Jesus em cada pobre sofredor que recebe seus cuidados) e amor.
Conta toda a trajetória de Madre Teresa, que dizia que se alguma vez viesse a ser santa, seria uma santa da escuridão, estando continuamente ausente do Céu, levando a luz para os que na Terra se encontrassem na escuridão.
Mas essa obra tem o valor especial de relatar o que Madre Teresa escondeu durante toda a sua vida pela grande reverência a Deus e ao Seu trabalho através dela. Conta a escuridão espiritual em que viveu mergulhada por tantos anos em que pôde experimentar o que sentem os mais pobres, entregando-se totalmente para ser usada por Deus, sendo ela própria a luz que era oferecida aos necessitados.
Com seu incansável trabalho, levando o amor de Jesus e a sua luz aos mais pobres dos pobres, deixou uma herança espiritual ao mundo e foi beatificada em 2003.É um livro extraordinário que demonstra que acima de qualquer religião, a linguagem de Madre Teresa é de puro amor, trazendo a consciência da presença do espírito em cada um de nós, o que torna possível um caminho rumo à perfeição.