Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




segunda-feira, 31 de agosto de 2009

O Tema da Canção do Verdureiro - por Luiz de Almeida Neto

Amor,

..........Passei muito tempo pensando em como te dizer isso. E só há duas formas.
..........A primeira é um cãozinho, que eu comprei pra criar. Ele ia passando e avistou um brinquedo sujo, meio esculhambado, que eu até já pensava em jogar no lixo. Acabou que se apegou de tal forma a esta peça que não a larga mais. É o dia inteiro pra cima e pra baixo com o brinquedo em baixo do braço, ou melhor, da pata.
..........A segunda é aquele verdureiro imbecil, que fez de minha rua palco para suas vendas e que não para de gritar nem por um instante, querendo falar das ofertas a qualquer um dos transeuntes que lhe dê atenção.
..........Deu-se que eu acabei descobrindo que ele tem um entendimento com Dona Gertrudes, aqui do 375, e que os dois passam as noites a fazer peripécias. Pois é, certo dia eu também ia passando e, ao avistá-lo, escondi-me logo atrás de uma outra banca e fui dando a volta cuidadosamente para não ser abordado por um de seus berros.
..........Eis que o sujeito estava cantarolando uma melodia fraca, feia, e sem sentido, que falava coisas sobre cachaça, mulheres de caráter duvidoso e outras desgraças afins. Mas eu parei pra contemplá-lo e acabei descobrindo que ele não estava cantando aquilo. Na verdade ele estava feliz, apaixonado, e cantando a única canção que sua farta ignorância lhe pôs à mão.
..........Assim é o que sinto por você. Passava eu por você tal qual Aderbal pelo meu brinquedo velho, e desde então tenho tido muitas atitudes irracionais que minha grande estupidez me põe à mesa. Mas de todas as atitudes que eu tomo, no fundo, e depois de pensar bastante, vejo que o tema é você. E eu tenho que arrumar pelo menos uma canção para cantarolar.


P.S.: “É rapariga, é cabaré, é ‘bagacera’, muita mulher. De primeira qualidade...”.
.
.
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Luiz:
DEMAIS!!!! hauhauahauahauh
Só tu mesmo!
Originalíssimo!!!
ADOREI!!!!
Um abraço.