Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Querer - por Kbçapoeta

Olha no espelho, o que vês?
O fundo dos teus olhos, não?
Sim, lá no fundo de sua retina
Está enclausurado o mago
Das predestinações.
O ser que lhe conta o futuro
Que não existe por que não aconteceu.
Ele fala claramente sobre as trevas do medo.
Explica que o mundo é o verbo
Por que a linguagem é a luz da vida.
A luz do mundo é feita de palavras
Que tornam sedutora
As penumbras da solidão
Onde as palavras
Calam-se.
Você com seu silêncio diz tudo:
No início era o silêncio.
Depois se fez o verbo
Desmanchando-me de prazer.
Euforicamente, quero fazer-me caber em mim,
Por um instante conseguir marcar presença,
Para saber que não estou em vão,
Ter o infinito como morada,
Estender-te as estrelas
Lhe mostrar um segundo sol,
Quando olhar no céu
Uma torrente de palavras
Surgirá do meu olhar
Para você descobrir o que realmente quero.



Visitem Kbçapoeta
.

A 5000 Pés - por Violeta

.
.
.
.
.
.
A intenção de postar imagens neste blog
é propiciar inspiração para textos referentes a elas.
.
.
.
Visitem Violeta
.
.

O Viver - por Cacá

Eu fico com o final da sua reflexão. Uma vida sem sal é uma passagem apenas. Viver é arriscado e, talvez, o mais gostoso esteja nos riscos. O cuidado que vou tomando à medida em que vou adquirindo experiências é o de cometer apenas erros novos. Repetir os antigos acho que nos torna um tanto imaturos. Brilhante o seu pensamento.



Comentário em Caminhos, de Gio.
.
.
.
Visitem Cacá
.
.