Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Você, Minha Vida - por Alba Vieira

Penso que sou como a espuma
Vindo a areia tocar…
Borbulhante brindando à vida,
Resultante de você, meu mar.

.

“Amar a Teu Próximo Como a Ti Mesmo” - por Raquel Aiuendi

Talvez pouquíssimas pessoas saibam a dimensão denotativa desse “mandamento” (lógica) e é provável que eu esteja apenas começando a descobrir sobre o AMOR. A PESSOA que não se ama, não sabe se valorizar, como poderá valorizar o próximo? Talvez por isso que o mundo esteja cheio de equívocos: alguns retratáveis, outros (pecados) tão definitivos quanto a morte material.

.

Aprendizagem - por Raquel Aiuendi

São muitas vezes lixo irreciclável em nossa vida; por vezes reciclável; por outras, pérola esmerilada ou não, mas valiosa, cujo valor não se esgota quando bem empenhada. Dizem-nos que pessoas nos amam: mas, meu Deus, se não sabem o valor mínimo da auto-estima, o que nos ensinarão ou mesmo farão por nós enquanto crianças formos?

.

Mote do Moita - por Raquel Aiuendi

.
Mote
Deus apesar de ofendido
não se vinga de ninguém



O ser humano está invadido
Por sentimentos tão fugazes
Atos de tormento e violência
Nações que não fazem as pazes
Ferindo nas crianças a inocência
Deus apesar de ofendido
não se vinga de ninguém
No humano tem investido
Pra profusão do bem

O ser humano está invadido
De vaidade, egoísmo, aparência
Esquece que é constituído
De outra parte: a própria essência
Esvazia seu eu, seu interior
E o enche de muita dor
Deus apesar de ofendido
não se vinga de ninguém
Ao humano tem assistido
No caminho do bem.

O ser humano está invadido
Por tantos transtornos
Em tantos ardis tem caído
Fundo do poço, sem retorno
Sem esperança, amor, sem
Nada, sabe muito bem:
Deus apesar de ofendido
não se vinga de ninguém.
.