Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sábado, 15 de janeiro de 2011

Duelando Manchetes XI: Homossexualidade (II) - por Escrevinhadora

Em momento algum também se pretendeu impor a homossexualidade a quem quer que seja. Se você é heterossexual, convicto e bem resolvido pode e deve viver livremente tua sexualidade. O que se postula é a igualdade de direitos, ou seja, que aos homossexuais seja permitido viver livremente sem que os dogmas de ordem religiosa se imponham sobre as regras jurídicas que garantem os direitos de todos. A Bíblia não é nem deve ser o único parâmetro para estabelecer critérios de definição da dignidade humana. E se a controvérsia te causa tanta repulsa, talvez o Duelos não seja mesmo um espaço adequado à sua argumentação, posto que você chama o debate de “brincadeira” e ameaça retirar-se. Ao que me parece, o Duelos é um espaço democrático onde todos podem manifestar-se. Quem não aceita argumentação contrária é você.
.
.
.
.
.

3 comentários:

ofarol.blog.terra.com.br disse...

Desculpe-me mas dizer que não aceito o debate é um argumento desonesto, uma vez que tenho participado abertamente dizendo o que penso. Entretanto, fui aconselhado a guardar minha opinião para o âmbito das igrejas, logo, evitar o debate. O que não fiz. Quanto ao "não brinco mais", trata-se de uma ironia que não precisa ser genial pra entender, e, não uma ameaça.umas coisas mais: primmeiro, nunca defendí nem defendo qualquer sorte de violência contra ninguém, seja homo ou hetero, portanto tais refutações tamb´m são vazias no que me diz respeito. segundo, é fácil chamar alguém de preconceituoso e adjetivos afins, mas, antes, carecemos ver o que é preconceito. Se minha ignorância não me trai, trata-se de um conceito precipitado, um juízo "à priori", como julgar rejeitando alguém antes de conhecer suas atitudes, seu caráter. Daí, o preconceito contra negros, judeus, muçulmanos, etc. Acontece que homossexualismo não é um tipo de pessoa, mas, de comportamento, e como tal passível de apreciação. Mais uma coisa;alguns memandaram cuidar deminha vida, cada qual da sua.Ao fazerem isso nâo estão querendo gerir a minha? Porque não vivem como aconselham? Quanto aos erros do Papa, os católicos que o defendam se quiserem.

S.Ribeiro disse...

Shintoni e a todos, não cria que aquele texto suscitasse tanto debate... Talvez tenha sido ingênuo eu acreditar que era somente um argumento contra a violência que não se justifica a muitos homossexuais mundo a fora... Todos têm o direito, senão dever de se manifestar, e é ótima de certo modo esta discussão, pois põe à tona a verdadeira posição das pessoas, e só desejo boa sorte no caminho de todos para que não haja intolerância nem tristeza, ah, e creio que isso não agrada nem os olhos do cristão nem os do ateu.

Ana disse...

Escrevinha, escreveu a Doutora! Qué isso, menina!!!!! Senti firmeza!
Data venia, um beijo. rsrsrs