Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Não à Morte - por Escrevinhadora

.
Perdoem-me os amigos dos Duelos. Sei que este é um espaço democrático e que houve uma votação.
Sei também que a morte é um tema fascinante, por sua grandiosidade, por seu mistério, por nos colocar frente a frente com o medo inconsciente da nossa própria finitude.
Mas acho que o mês de dezembro não é adequado para se falar em morte.
Dezembro é Natal, é nascimento, é renovação. É o tempo em que os cristãos comemoram o advento de Jesus Cristo. É a época em que os não cristãos trocam presentes, enviam votos de felicidades, reafirmam a esperança no futuro.
A morte pode ser um assunto para o outono, ou o inverno. Quando as plantas perdem as folhas, os pássaros perdem as penas e até as cigarras deixam de cantar.
Mas dezembro não. Dezembro é verão, cânticos, luzes, festejos, confraternização. Dezembro borbulha como espumante sendo despejado numa taça.
Dezembro é o momento de enfeitar a casa, abrir o coração e celebrar a vida.
Porque enquanto houver no mundo uma mulher decorando uma árvore de Natal, uma criança esperando a vinda do Papai Noel, o milagre da vida triunfará sobre a escuridão da morte.
.
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Escrevinha! Voltou! Que ótimo! Adorei ler você de novo aqui!
Logo de cara, também achei meio estranho o tema Morte na época do Natal e do Ano Novo, mas depois pensei: até que faz sentido... é FINAL de ano... Aí tentei escrever algo fazendo a relação, mas não saiu nada... Estou meio "maomeno" nas escritas... rsrs
Mas então você faz a relação... Adorei!
Um superbeijo!!!