Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Cadeira Vazia - por Ju Blasina

Teria te amado tanto
E por tantas vezes te faria sorrir
Teria te dado orgulho
E alguma preocupação, é verdade
Brigaríamos por vezes
Noutras te odiaria
Mas no final, tudo seria perdoado
E entre lágrimas e abraços
Voltaríamos a nos amar “como sempre”...
E nos momentos mais importantes da minha vida
Não restaria esta cadeira vazia.
Tua ausência sempre se fez presente
Posso ouvir, no silêncio, as palavras nunca ditas
Quando tudo o que me resta são memórias
Um tanto escassas, um tanto falsas
De alguém que mais imagino
do que conheço
E queira ou não queira
Por mais que eu negue
a saudade do que não foi
Onde quer que eu me esconda
Estarás sempre presente
Pois parte de ti, por menor que seja
Mora eterna em meu ser
E mesmo que nunca venhas
Sempre haverá uma cadeira vazia
Escondida, em algum lugar da minha vida
Ainda esperando por ti...




Visitem Ju Blasina
.

Um comentário:

Ana disse...

Ju:
Que lindo!!! Muito lindo!!!
Você devia aparecer mais por aqui...
Beijo!