Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




domingo, 14 de novembro de 2010

Carta. - por Thiago de Sá

Hoje senti o teu cheiro como há muito não sentia.
Os sentimentos de antes me voltaram à cabeça,
E fiquei aqui sozinho lembrando-me do quanto era gostoso acariciar o teu cabelo,
Sentir a tua pele...
E vê que me faz falta o teu beijo.
Mas, pela graça de Deus não posso viver o passado.
Contudo posso remontar o ontem nas perspectivas do futuro!
(Triste visão! Algemas que não me soltam.)
Já não são poucas as coisas que acumulei desde o último encontro.
E sem dúvida,
Não é mais novo
O sentimento de saudade que sufoca meu peito.
Como estará a tua vida depois de tudo que vivemos juntos?
Não sei. Gostaria de saber.
Porém, sei que a minha não é uma das melhores.
Entretanto sei o que existe dentro de mim,
E por este motivo acredito que tenho forças para erguer-me de qualquer queda.
Ser vitorioso não é apenas vencer,
Mas ser aquele que se supera depois da derrota.
A vida é um livro de longas páginas
E você deixou sua letra em uma delas.
Por isso será impossível esquecê-la.
.
.
.......................................Visitem Thiago de Sá
.

Um comentário:

Ana disse...

Oi, Thiago!
Há quanto tempo! Desde lá do Terra, né?
Legal você ter voltado!
Muito legal seu poema!
Um abraço!