Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




domingo, 31 de janeiro de 2010

A Invasora de Sonhos - por vestivermelho e ZzipperR

Cansado desse mundo real, deitei em minha cama macia abraçando o meu travesseiro, apertando-o em meu rosto descansando em seu cheirinho aconchegante e perfumado na suavidade do lençol, como se estivesse deitando sobre as nuvens.
Meu corpo cansado se tornou um estranho para mim e o deixei abandonado partindo para o sonho, deixando um peso para trás e navegando leve, rolando sobre o lençol e me entregando aos poucos, abrindo a minha mente e saboreando um universo sem fronteiras.
Entrei em um paraíso onde o irreal é real para mim e a alma corre livre e gritei com eco no vento:
Traga o amor pra mim!
E ouvi o eco das minhas palavras distantes:
Traga... traga... traga... O amor... o amor... o amor... Pra mim... pra mim... pra mim...
Escutando os meus apelos, o sonho me levou em seus braços para longe, um mundo distante e leve, solto como uma pipa flutuando solta no ar e sem saber onde cairá.
Sonhando eu vejo o mar e sinto uma vontade louca de te amar, me perco nos pensamentos e saio correndo querendo abraçar as suas ondas.
No sonho encontro uma flor inspirando o calor do amor, corro e a pego, vendo uma abelha invasora de sonhos pousar em minha flor, sugando o néctar do amor.
Porque invade as fronteiras do meu sonho abelha dourada?
Tento expulsá-la do meu sonho e sinto seu ferrão cravar em minha mão trazendo uma dor aguda e profunda, que sobe pelo meu braço invadindo o meu peito e dominado pela abelha invasora eu deito.
Indefeso e alucinando com os olhos fixos no céu azul, a vejo como uma grande águia voando rápido em minha direção, pousando no meu peito, cravando as suas garras no meu coração e levando embora.
Sem limites ela invadiu as fronteiras dos meus sonhos. Se eu sonho com o sol ela é a lua, se sonho com a flor ela é a abelha, se sonho com o galho ela é a folha e se sonho com o amor ela é a flor.
Não consigo mais sonhar sem ela, pois sem a invasora de sonhos sou um homem sem coração e abandonado pelo amor.
Sem ela eu não existo
Sem ele eu não existo
.
.
.
Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz e Vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
VruummmmmmmmmmmZummmmmmmmmmmmm
.
.
.

Nenhum comentário: