Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




terça-feira, 18 de janeiro de 2011

PARTICIPE TAMBÉM!

.
.
180 PESSOAS JÁ PARTICIPAM DO DUELOS!
BEM-VINDA, IVI MEDAU!
.
.
COMPONHA UM TEXTO SOBRE QUALQUER TEMA LISTADO NAS CATEGORIAS
(OU PROPONHA OUTROS), DEIXE AQUI EM “COMENTÁRIOS”
OU ENVIE PARA O E-MAIL shintoni@terra.com.br, QUE SERÁ POSTADO.
.
.
AGRADEÇO A TODOS VOCÊS QUE COLABORAM E NOS PRESTIGIAM!
.
.

3 comentários:

madruga disse...

a magia do amor

cibernético serei
sem pensar em mais
onde foi que errei
pensei sermos iguais

juntos fomos ao limite
fora de horas por demais
mas a distancia ñ permite
que nos conheçamos mais

vivo tudo como magia
sem truques e enganos
por ti muito faria
se um dia nos encontrarmos


esqueço as horas de solidão
com memórias de outras horas
sinto mais a força da paixão
imaginando que muito adoras


na poesia algo nos toca
no intimo de cada coração
sinto a falta da troca
preciso muito dessa paixão


o vento traz e leva
sopros e vendavais
o sentimento me eleva
a lugares celestiais


há calores que incendeiam
há amores distanciados
há arrepios que me gelam
há momentos amargurados


está um dia soalheiro
bate forte em devaneio
meu coração prisioneiro
espera o teu, que não veio


não veio nem sei se virá
espera será a eternidade
mas um dia tudo se tornará
num momento de felicidade

madruga

madruga disse...

enfeitiçado


As tardes são longas! A espera e o silencio amordaçaram a vontade de reagir.
Não quero tirar a mordaça que me sufoca, como que um masoquista, quero sentir dor
nem que me provoque chagas. Só noutra dimensão tenho a paz interior, essa em que entras e me fazes respirar, criar e renascer. Renascerei por ti e para ti, sempre que contigo estou tudo faz sentido, sem ti estou perdido, perdido em pensamentos que me confundem e tornam vulnerável. Preciso respirar-te, ouvir-te, ver-te, tocar-te.
´Mesmo assim amo como nunca amei, sofro como nunca sofri, desejo como nunca desejei.
Estarei a enlouquecer, pergunto-me ás vezes, pois louco serei porque jamais te esquecerei.

madruga

DeboraSP disse...

ETERNIZAR

O que fazer pra eternizar momentos?
Dar o pause, gritar estátua ou fazer uma pose?
Juntar, misturar, agrupar, reunir, unir
No final só nos resta guardar
Guardar na memória
E-T-E-R-N-I-Z-A-R
Tornar eterno o que já é eterno dentro de nós
Tornar eterno o que nos faz bem
Fazer do hoje muito mais do que só hoje
Fazer ecoar no tempo as gargalhadas de hoje ou de ontem, de amanhã ou depois
Hoje... Nostalgia das besteiras que faremos depois de amanhã

-Débora Paula-