Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




segunda-feira, 17 de agosto de 2009

De Goleada - por Ana

Meu sapo-rei sem pulôver,
Descalço... Está tremendo...
Coloca casaco, sapato!
Não adiantou... Estou vendo.

Tirita é de apavorado,
Bate os dentes sem parar!
Os joelhos: tec, tec!
Ó: cadeirinha pra sentar.

Pois percebeu no meu post,
Com intuição pós-matéria,
Que eu sou uma descendente
Da heroína Maria Quitéria.

Por aí você já vê
Que não sou da tua laia.
Veja bem se eu pareço
Ser parente de lacraia!

E Homem-Zoológico tu não é,
Pois a lista, veja você:
Morcego, lacraia, sapo...
Ninguém vai pagar pra ver!


Monge desarticulado!
Não digo que tu vai mal?
Dou um sopro miserinha,
Desanda tua energia vital.

Aí vem e joga praga,
Me chama de lazarenta,
Diz que tô com escorbuto,
Esclerosada e pustulenta...

Inda me põe boca inchada
Com mordida de dragão!
Imaginaram meu look?
Coisa mais linda tem não!


Sobre suas “explicações”
Aqui eu nem vou me deter...
Tu pensa que pode enrolar
A mim ou ao povo que lê...

Pode desistir, meu filho,
Isso é página virada.
Vitória magistral pra mim
E seu gol contra na parada.


Que Monge é esse, meu povo?
Vem me chamando de ladra!!!!
Tu toma cuidado, fedelho,
Ou a Escrevinha te enquadra!


E agora corrijo teu verso
(Foi problema cognitivo).
O que tu quis dizer foi:
“Cirurgicamente preciso do Ivo”.

Levou tanta bordoada...
Eu concordo com você.
Se quiser te levo lá,
Pro gênio te refazer.


E não adianta nem tentar
Jogar shintoni contra mim:
Garoto, sou torcida dele!
Shintoniete até o fim!


E a MELHOR cobra é a naja,
Tão linda e encantadora!
Só ataca se ofendida:
Ela não é provocadora.


Mancada? Não dei nenhuma!
Não adianta distorcer!
Já expliquei bem direitinho!
Não finge desentender...


Nonsense tá tua mente,
Indo lá proutros planetas...
Quer me rotular de ET!
Entupiu, tua ampulheta!


Contos de fadas ou fatos,
Este negócio é contigo...
Eu vivo bem na real:
Tu tá falando comigo!!!


Sobre os berros da torcida:
Tu viu? Não era sonho, não!
Pra que eu vou ser comedida?
O meu fã-clube é dos BÃO!

E já te digo o porquê
D’eu ter torcida cativa:
Eu amo a minha Fiel
E tenho visão coletiva!


E que golpe me acertou?
Eu continuo intacta!
Cê ainda não percebeu?
O que vem de ti não me impacta!

Quem saiu do duelo por fome,
Sem se aguentar em pé?
Quem delirava adoidado,
Implorando um filé?

Então para de despautério,
Altera essa ladainha.
Se refaz, depauperado:
Pega, vai roendo essa abobrinha...



Resposta a Soterrada da Semana e O Juiz Vai Apitar, Mas..., ambos de Gio.
Referências:
.

Nenhum comentário: