Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Da História Sem Fim... - por Ana

Bem, Gio, tu quer falar sério?
Vamos falar sério, então.
Vou atender a você,
Não vou com implicância, não.

Quais são os termos do acordo
Pra duelar com você?
Não posso dizer que fugiu
E que se pôs a correr;

Também não posso dizer
Que desistiu do embate,
A não ser que tu tenha dito
Em suas quadras, em alguma parte...

Também não posso mentir...
Mas eu não menti, menino!
Fiz brincadeira com a fome...
Tamo só se divertino...

Ameaçar a torcida?!!!!
(Ameacei alguém, amores?)
Só brinquei no Duelochat...
Pra eles, Gio, só flores!

E se você tiver torcida,
Melhor ainda o desafio!
Afinal, você merece!
Tu é demais, misifio!

Ó, “debilitada” inventei não,
Tá em “O Juiz Vai Apitar, Mas...”:
“Debilitada, não é justo lutar”.
Eu reinterpreto, invento jamais!

E sobre a minha madrinha,
Agradeço a ela mesmo!
Sou persona mui grata, seu Gio,
Ao contrário de tu, torresmo.

Mas... o que tem o Português?
Está te faltando cultura!
Fala errada é estilo, seu moço!
Vai estudar Literatura!

Epa! Eu já brinquei...
É... Eu não tenho mesmo jeito...
Comecei sendo tão séria,
E já vim com desrespeito...

Mas, cara! Tu é muito chato!
Chata eu não vou ser não!
(Te responder só no sério?
Me dá até aflição!)

Além disso, é insistente!
Mas que garoto mimado!
Se eu não fizer o que ele quer,
Vamos ter Monge infartado.

Mas, gente... peraí... que é isso?
Muito abusado este rapaz!
Não vou responder tudo aquilo...
Outro Lusíadas é demais!

Então vou direto aos assuntos
Que mais importância têm:
Sobre a capitulação
E a retratação, tá bem?

Você quer que eu capitule?
Eu não vou capitular!
Quem capitula é tu.
Seu último post a provar.

E tu quer que eu me retrate?
Eu não vou me retratar.
Mas eu retratei você
E trouxe aqui para mostrar:
.
.
.
.
.
.
Resposta a História do Duelo, de Gio.
Referências: Duelochat entre Gio e Ana;
O Juiz Vai Apitar, Mas..., de Gio;
“Os Lusíadas”, de Luís Vaz de Camões.
.

2 comentários:

Gio disse...

Essa foto sumiu do meu álbum "Meu 1º Aninho" faz uns dois meses. Eu já tava ficando preocupado...

Ana disse...

Vê, menino? A justiça tarda, mas não falha! Achei, reconheci e devolvi! hauahuahauh
Eu adoro esta imagem! Acho gracinha demais! Não concordo que signifique feio, pra mim ela é hilária total!
Beijo.