Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Porcos Me Mordam! - por Ninguém Envolvente

A um período de tempo não muito distante, os Estados Unidos, nação mais poderosa do mundo, passou por uma grande crise financeira, o que ocasionou inúmeras falências em diversos países, abalou a economia quase que mundialmente. Para conseguir se recuperar do tombo financeiro, os EUA fizeram um acordo com o México.
O acordo consistia em melhorar a economia americana, garantindo ao México que sua população teria acesso aos EUA sem precisar de documentação, os mexicanos seriam agora reconhecidos legalmente como cidadãos americanos. Caberia ao México executar então o trabalho sujo de reconstruir o império americano, soltar de um de seus laboratórios o vírus H1N1 popularmente apelidado de “vírus da gripe suína”.
O México tinha o vírus em estado de latência e o soltou em um lugar remoto dentro do próprio território, onde havia muitas criações de porcos. Porcos que estavam sobrando, devido à grande elevação de preço logo após a crise, e o custo em manter os animais ainda vivos eram enormes.
Inicialmente, somente os porcos deveriam ser afetados, assim davam fim a um certo número de suínos que estavam em excesso e seria então vendido um grande número de medicamentos para tratar outros animais, mas o vírus também afetou humanos. Estava no planejamento do governo americano, tudo foi calculado para caso isso acontecesse, já que o vírus foi solto quando era verão nos EUA, portanto seria mais difícil que o povo americano sofresse com a nova praga.
O vírus foi se espalhando em países cuja economia estava mal, mas não o suficiente para deixarem de comprar o remédio para curar a população, o TAMIFLU. Os países mais afetados foram os emergentes, que não tinham como produzir o medicamento que até então seria um monopólio dos EUA.
A venda do TAMIFLU aumentou com muita significância e com isso os EUA quase conseguiram superar a crise que causou tantas perdas e falências. Só não a superaram porque, na última hora, o presidente do México extorquiu o Barack, acabando com o barato dele, quando mostrou uma fita onde estava gravada toda a negociação da soltura do vírus.
A população americana não foi tão afetada pela gripe, o México conseguiu o eterno Green Card e um grande frigorífico que trabalhava para a instituição McDonalds deu a volta por cima, já que a população ficou temerosa em comer suínos e a venda de bovinos quadriplicou.
Com absoluta certeza, Osama Bin Laden também está envolvido na Gripe Suína, já que na Arábia Saudita, local de origem de Osama, é proibido por lei o consumo de carne suína. A participação do árabe entra no financiamento de aviões contaminados que espalham o vírus, causando a pandemia. Com isso, Osama ganha a amizade de Barack e tempo para arquitetar o novo plano destruição aos EUA.
A esperança para salvar o mundo caiu sobre o presidente tupiniquim Lula, já que ele É O CARA...



.
.

Um comentário:

Ana disse...

Ninguém:
Ainda bem que você sacou tudo e explicou pra gente!
Dá-lhe, garota!
Beijos!