Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 14 de agosto de 2009

As Nossas Palavras XVI - por Gio

.
ACRÓSTICO I


Chances, todos nós iremos ter -
A diferença é quais delas enxergamos:
Prêmios virão, depois de certo esforço,
A quem muito lutou para chegar ali.
Consequências podem ser boas ou ruins,
Isso depende somente dos seus atos:
Douradas flores para os homens de bem;
Amargos castigos a quem semeia a maldade.
Digo: fácil é fugir através de uma navalha,
Escabroso mesmo é peitar a vida!
.
.
.
Visitem Gio
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Falando sério MESMO.

Sei não, Gio... Discordo um pouco de você.
Os prêmios não chegam a todas as pessoas, até porque muitas lutam para conseguir coisas que estão além de suas CAPACIDADES ou de sua possibilidade de concretização.
Acho que as consequências de nossos atos não dependem apenas de nós, mas da reação do outro a eles também, e me ocorrem várias situações que poderiam exemplificar isto (que envolvem inveja, ambição, ciúme, exigência demasiada etc. etc.).
Os homens de bem podem sofrer amargos castigos e quem semeia a maldade pode receber douradas e infindáveis flores (os psicopatas que o digam...).
Não sei se usar a agressão como fuga é algo fácil...

Mas concordo totalmente com
"Chances, todos nós iremos ter -
A diferença é quais delas enxergamos:
Escabroso mesmo é peitar a vida!"

Bem que eu queria que esta fosse uma conversa no Litercafé, mas as pessoas podem pensar que é implicância...
Beijos.