Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 17 de junho de 2009

Um e Outro - por Leo Santos

Um, fonte que surge,
outro, água que evapora;
esse, árvore que tomba,
aquele, broto que vigora.

Um, sol que se põe;
outro, astro que aflora;
aquele, ancião que dorme,
esse, rebento que chora.

A promessa, ao amanhã,
o desengano, agora;
uma porta com vista pro alento,
outra, trancada por fora.

Um, frui os minutos,
outro, chega à hora;
ora, céu tempestuoso,
outra, o tempo melhora.

Um, portal do crepúsculo,
outro, vergas da aurora;
esse, chega pra viagem,
aquele desiste, vai embora.

Um sábado que se cumpre,
e um sonho que labora;
uma prece agradece,
uma súplica implora.

Uma vitória da foice,
uma conquista da flora;
uma vida plena, foi-se,
outra insipiente, explora…



Visitem Leo Santos
.

2 comentários:

escrevinhadora disse...

Linda, Leo. Acho que assim é nascer e morrer.

Ana disse...

ES-PE-TA-CU-LAR!!!
Como diz a Escrevinha:
CLAP! CLAP! CLAP!
(Palmas de pé!)
Um abraço.