Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




terça-feira, 6 de outubro de 2009

Solidão - por Ana

Sou um planeta errante neste universo sem fim. Sob atração de uma força maior que eu (por uma destas leis insondáveis que regem nossas jornadas), vim parar num céu de parcas estrelas que me olham com estranheza ameaçadora, mantendo um distanciamento de desprezo mal contido.
Ao longe, percebo um asteróide desgovernado que, por vezes, se aproxima, imantado por esta mesma força que me trouxe até aqui. Há momentos em que sua trajetória é tão próxima que me preparo para a iminente colisão.
O que pode ser, além de existir, um planeta suspenso entre o nada e o absurdo? Que vida visível pode permitir em si, posto que flutua só e mal visto? Seu despautério e perseverança é manter suas constantes criações enclausuradas em suas entranhas, para sua própria alegria e satisfação, tentando, inutilmente, ignorar a escuridão mórbida que o cerca, enquanto aguarda o momento em que, por inconformação, implodirá, assombrando os céus com os fantásticos tesouros que pacientemente forja em segredo, ocultos de olhos áridos que não os merecem ver.
.
.
.
.

2 comentários:

Violeta disse...

Estimada Ana:
Peço desculpa por só agora lhe retribuir os seus comentários, são de um grande incentivo para mim.
Um sentido OBRIGADA!!!!
Ultimamente não tenho escrito... infelizmente nem sempre o consigo fazer.
Confesso que também gosto particularmente do seu modo de escrever.
Feliz por gostar das minhas letras

"abreijo"
Cristina (a Violeta)

Ana disse...

Obrigadíssima por seus elogios!
Abreijos pra ti também!!!