Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 3 de julho de 2009

Duelando Manchetes VII: Células-tronco - por Roberto Soares

.
SOBRE O USO DE CÉLULAS-TRONCO EMBRIONÁRIAS


O uso ou não de células-tronco embrionárias é uma questão difícil para se pensar, principalmente entre cristãos (ou não) que creem que a vida começa a partir do momento em que o espermatozóide encontra o óvulo formando o embrião.
Para quem acredita nessa teoria, usar os embriões dessa forma seria uma espécie de “aborto” ou “assassinato”.
Eu, embora creia que a vida possa começar no embrião, penso que a proposta acaba por ser “boa”, já que dá um destino mais nobre aos embriões descartados do que eles teriam se não fossem utilizados.
Os embriões de laboratórios de fertilização não ficam guardados para sempre, se não utilizados serão destruídos; por isso penso que melhor é que se use para pesquisas do que simplesmente se destrua.
Digo isso baseado no sistema que já existe, afinal a lei brasileira permite que existam essas formas de fertilização e são elas acabam condenando, mais cedo ou mais tarde, embriões à destruição.
É como se escolher entre doar ou não os órgãos de um ente querido que teve morte cerebral, a gente escolhe se vai deixar seus órgãos terem um fim mais útil, ou se preferimos que ele seja enterrado com todos os órgãos.
Não adianta lutar contra essas pesquisas, se fôssemos lutar contra algo, seria contra os laboratórios que criam os tais embriões in vitro porque a culpa pela suposta “morte” dos embriões seria deles e não dos que querem pesquisar células tronco.
Seria mais interessante, conforme citado por Geremias do Couto em seu artigo Células-tronco:porta aberta para o aborto, estimular a adoção de embriões não usados para evitar a sua destruição ou uso em pesquisas, mas, até que isso se torne uma realidade, acho que continua sendo melhor que sejam usados em pesquisas do que simplesmente sejam destruídos após certo tempo.

A Bíblia não diz quando a vida se origina?
Ora, Deus não é Deus de mortos, mas de vivos; porque para ele vivem todos. Lucas 20:38
O pastor Ciro Sanches Zibordi afirma que a Bíblia diz quando a vida se inicia, mas eu discordo de que os versos citados tenham alguma afirmação real sobre isso, o que se diz é que Deus conhece o homem antes mesmo que haja qualquer vestígio dele, para Deus tanto faz se você nasceu, morreu ou ainda nascerá, “para Ele todos vivem”.

Conclusão
Eu penso que a proposta do uso das células-tronco embrionárias seja menos má do que a perda delas, embora preferisse que esses embriões não precisassem ser perdidos ou pesquisados.

E você, o que pensa acerca deste assunto?
.
.
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Gostei de seu texto, Roberto.
Seja bem-vindo!