Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 23 de julho de 2009

Beira do Penhasco - por Kbçapoeta

Sentado à beira do penhasco eu penso:
como será um dia sem manhã?
como será uma pessoa sem sal?
Sentado à beira do penhasco
Vejo o mais lindo ocaso.
O céu rosado, ora laranja ora vermelho
Em pé à beira do penhasco,
observo:
cães sem dono pedindo atenção,
Árvores agonizando na fumaça,
Pessoas como grãos de areia
juntas, sofrendo da mesma solidão
aqui da beira do penhasco:
eu pulo…




Visitem Kbçapoeta
.
.

3 comentários:

Alba disse...

Kbça´,
Muito bom.
Visão do mundo no futuro ou nosso presente?
Pulo junto.
Abraço.

Ana disse...

Muito bom mesmo, né, Alba?
Mas acho que já tinha lido este poema lá no blog dele.
Tô certa, Poeta?
ADOREI!!!

KBÇAPOETA disse...

Obrigado pessoal!
Sim, já havia posto no blog.
Abração!