Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




terça-feira, 30 de novembro de 2010

Coisa Indigesta - por Ana

Que coisa mais que esquisita,
Este troço de ciúme!
Se o amor é nosso pasto,
O outro é nosso estrume.

Daí pode-se imaginar
- Dada a metaforização -,
Que o que agrada ao paladar
Se esculhamba na digestão.

Perguntem-me, meus amigos:
Então, não temos saída?
Eu respondo com um conselho,
Já que o caminho é só ida:

Diante de lauto banquete
(Sentimento tão saboroso),
Mantém-se a educação,
O respeito e o decoro.

E o que dele surgir,
Porventura impudico,
Ignora-se. Ponto final.
Joga-se fora o penico!
.

Um comentário:

Cacá disse...

Ah,Ana, hahahahahaha! que delícia! Matou a pau. E olhe que com relação a este tema é difícil até de manter o bom humor. Ficou excelente! Abraços. Paz e bem.