Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Sozinha - por Gio

(Paródia da música “Sozinho”, de Peninha)


Às vezes, na calada da noite
Não basta ter só os olhos dois
Um descuido e ficas desacordada
Juntando os seus cacos imundos depois

Por que você se arrisca, tão solta?
Melhor você ter medo de mim
Nunca vai fazer frente sozinha

Eu não sou da verdade o dono
É que um conselho, às vezes, cai bem
Desculpe destruir os seus planos
Decreto: você já não assusta ninguém

Por que você não esquece, e some?
Isso pode não terminar bem
Se depender de mim, ‘cê apanha

Quando a gente teme, é claro, a gente se cuida
Se faz de tirana, só que é da boca pra fora
Pensa que me engana, treme feito saracura
Ei, ei, ei, ei, ei... Onde foi você agora?



Visitem Gio
.
.

2 comentários:

Ana disse...

Tô aqui, garoto! Ainda sem um arranhão! hauhauahauh

_Gio_ disse...

Além de lanhada, tá com hipermetropia agora? hauhauhauhauha