Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Show-Mício - por Leo Santos

Os tonéis vazios estavam cheios,
cheios de sons, que o vazio propicia;
E as víboras surdas encantadas,
co’o som d’uma flauta que não se ouvia.

Cumplicidade pública patológica,
edificando um castelo de cartas;
Barcos velozes, sedutoras iscas,
pescadores jubilosos, redes fartas.

Águas tremeluzindo no leito das ruas,
e o domador estalando o relho;
No podium do palanque embriagados,
Narcisos amando o reflexo do espelho;

Insano quebra-cabeças do poder,
montagem lenta, previsível desenlace;
Roleta viciada fingindo escolher,
incautos vibrando co’uma nova face.

Não veem, não cheiram nem há tato,
e a maledicência soa como prece;
Mimetismo perfeito, a cobra e o mato,
e cada parte recebe o que merece…



Visitem Leo Santos
.
.

Um comentário:

Ana disse...

DEMAIS!!!
Leo é Leo!
Um abraço!