Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 2 de setembro de 2009

O Amor - por Gio

O amor é cego, egoísta, e vive de momento. É preciso o tempero da razão para poder mostrar que o sofrimento de hoje pode evitar futuras dores, e tornar mais brando o amor de amanhã.

O amor preenche mesmo todas as lacunas, e segue preenchendo-as por um tempo depois que nos deixa. Ficamos sozinhos, e ainda assim não achamos graça em ninguém mais. O mundo é cinza, sem graça, e descobrimos que há algo pior que amor não correspondido: o vazio de não amar ninguém.

É, talvez o amor nos deixe mal-acostumados.



Comentário em Anulei-me por Ti..., de Esther Rogessi.
.
.
.
Visitem Gio
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Concordo PLENAMENTE com a consciência expressa no primeiro parágrafo.

Em relação ao segundo, acho que quando você se ama, nunca sente o vazio de não amar ninguém.

Beijo.
:)