Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Um - por Leo Santos

Um só, é um meio
e outro meio, vazio;
Um só, é só um,
presa fácil para o frio.

P’ra um só, a cama aumenta,
mas quem quer espaço?
Antes, ligeira oposição,
aparteada por carinhos e abraços.

É como se a primavera faltasse,
inverno com flores então;
Belezas e aromas pulsando,
p’ra acentuar a solidão.

“Não é bom que o homem esteja só”
Dos lábios do Criador, esse dom;
Ruim é a sina de um só,
“viu Deus o que criara, e era bom”.

Os desencontros têm autoria espúria,
por fúria do inimigo comum;
O encontro de eu e o tu, o nós,
vem de Deus, dois sós… um.



Visitem Leo Santos
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Muito bom, Leo!
Gostei!