Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Felicidade Não se Compra? - por Ninguém Envolvente

Folha de São Paulo: “Em 4 anos, venda de antidepressivos cresce mais de 40%”.

A sociedade está mais triste ou mais insatisfeita?

Independente da resposta feita para a pergunta acima, hoje tem-se uma enorme facilidade de comprar estabilizadores de humor; médicos despreparados tentam “dispensar” o paciente logo, e para que ambos fiquem felizes, é receitado ao paciente um estabilizador de humor à base de lítio ou algum outro metal perigoso.
Comprar tais pílulas da felicidade não basta. É preciso que as pessoas tenham em mente que todo medicamento “camufla” a doença, fazendo a dor ir embora.
Transtornos hormonais são a causa de muitos sintomas relacionados à depressão, é preciso bom senso do paciente e saber discernir o que é parte dele e o que está errado. Tem de conhecer o próprio corpo.
Felicidade momentânea está à venda nas farmácias.
Felicidade fixa, só você pode encontrar a sua.


.
.

Um comentário:

Ana disse...

É isso aí, Ninguém! Certíssimo! Tô contigo e não abro... o vidro do Prozac de jeito nenhum!
Beijo.