Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Estanho - por Kbçapoeta

Foram loucas paixões.
Beijos no retrato do almejado
Querendo deliciar-se no regaço do escolhido.
Súbito entorpecimento, uma noite de delírio.

Ósculo inocente, roubado.
Sua boca como grilhões,
Prende-me em seu calcanhar de Aquiles.
Paraíso do qual nunca teria voltado.

O inferno soa frio,
Gelado como seu beijo morno.
Sua mão, que não toca a minha.
Mão solitária na tarde de outono.

O criado-mudo é testemunha
Desse devaneio de palavras tensas.
No passado, você guardaria as rosas que lhe dei.
Mesmo depois de secas.



Visitem Kbçapoeta
.
.

2 comentários:

EstherRogessi disse...

Boa tarde...Kb...
Gostei imenso do teu poetar. Um abraço.

Ana disse...

Lindo, Poeta, lindo, lindo!
Beijo.