Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

O Casamento da Lesma - por Leila Dohoczki

Lá vem a noiva, devagarzinho,
Acompanhada por seus padrinhos:
Crá-Crá e Cri-Cri, dois grilinhos.

Tudo estava bem bonitinho
Nas margens do ribeirinho
Tinha flores, muitas cores
E todos os convidados, bem arrumadinhos.

A joaninha, de bolinha
A taturana, mostrando as perninhas
Não passavam despercebidas
Que levadas essas meninas!

A cigarra, com sua guitarra
Tocava a marcha nupcial
Enquanto conduzia o coro
O habilidoso bicho-pau.

No altar, o noivo
Cansado de esperar
Já tinha passado dois dias
E nada da noiva chagar.

O louva-Deus
Que ia casar os dois
Achou melhor ir descansar
E voltar depois.

Coitadinho do noivo
Que estava ansioso
Começou a suar e melecar
Todo o terno novo.

A borboleta
Quando viu aquela cena
Pensou logo:
O que posso fazer?

Já sei! Disse ela
Deixa. Eu resolvo!
E chamou logo o besouro.

Numa folhinha colocou pólen
E pétalas de margarida bem picadinhas
Prendeu nas costas dele e disse:
Vá buscar a noivinha!

Ele foi sutilmente
Como se aquilo fosse parte da cerimônia
Pegou a lesminha cansada
E saiu voando, com muito charme...
Acabou a monotonia.

Enquanto voava
A folhinha se abria
Despejando nos convidados
A chuva coloridinha.

Foi bonito de se ver
Não teve quem não chorou
Vendo os olhos do noivo, brilhando
Quando finalmente a noiva chegou.

Meu amor, você está tão linda, ele disse
Chegou perto e a beijou.
Quando a Lua subiu ao céu,
o casamento enfim se realizou.

E essa é a história do casamento da Lesma,
Que nunca ninguém contou
Porque quase ninguém sabe
Que na vida dos bichinhos
Também tem história de amor.
.
.
.

Nenhum comentário: