Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

O Mundo é das Mulheres! - por Gio

.
.
.
.
Desde que o mundo foi controlado pelos homens, as mulheres vêm tentando conquistar seu direito à igualdade. Desde o primeiro “8 de março”, onde trabalhadoras femininas lutaram por direitos e foram mortas em uma câmara de gás, as lutas se intensificaram. Desde que surgiu o feminismo, a igualdade de direito entre homens e mulheres tem sido uma disputa travada a ferro e fogo. Elas só não se deram conta de que agora quem está em desvantagem somos nós.

Como assim? “Que absurdo”? Pensem bem. Vamos começar exatamente de onde eu parei – o feminismo. Feminismo é ponto de vista, luta por ideais, prova de bravura; machismo é ignorância, prepotência, prova de retardo mental. Isso é só um exemplo de como as coisas estão, e aqui eu sigo com outro exemplo básico:

Imaginem a cena. No meio da rua, uma mulher dá um tapa na cara de um homem. Pergunta: quem vocês acham que é culpado, o homem ou a mulher? O homem, é óbvio... “Certamente ele fez por merecer”. Agora, imaginem a situação contrária: o homem bate na mulher – quem é o culpado? Culpado... ninguém vai pensar em culpado. Todos estão muito ocupados xingando o brutamontes que abusou da força contra uma mulher indefesa.

Se um homem trai, ele é cafajeste; se a mulher trai, “o cara deve ter merecido”. Mulheres podem se abraçar, deitar no colo de amigas, e fazer o que quiserem; os homens já são vistos com maus olhos. Mulheres podem fazer coisas de homens sem se complicar; se um homem faz coisas tipicamente femininas, se vê numa bela enrascada. Falando nisso, o homossexualismo feminino é mais bem aceito (e bem menos repudiado) que o masculino.

Mulheres às vezes recebem menos, mas sempre se aposentam mais cedo. Mulheres entram de graça de 80% dos lugares, e pagam menos nos outros 20%. Mulheres têm prioridade em filas, atendimento e salvamento (ou você já ouviu alguém gritar “Homens e crianças primeiro”?). A licença-maternidade é de longe maior que a licença-paternidade: não amamentamos, mas trocamos fraldas, damos banho e queremos ver a criança tanto quanto as mães. No momento que derem cota para as mulheres nas universidades, eu troco de planeta.

Admito, por muito tempo a vida era muito injusta com elas. Mulheres não podiam trabalhar, estudar, escrever ou mesmo se manifestar. A maioria dos gênios da humanidade é homem, porque as mulheres não tinham liberdade de expressão, e nem acesso ao conhecimento. Só que agora as coisas mudaram, e nem isso adiantou para que a reclamação parasse. Na verdade, essa história de “mundo machista” serve como desculpa e chantagem para conseguir facilidades (lembra do “jeitinho”?). Homens, em pleno século XXI, temos que admitir: o mundo é feminista.
.
.
.
Visitem Gio
.

Um comentário:

Cacá disse...

Meu caro Gio, simplesmente fantástica a sua crônica. Tem uma sobre o assunto, de Luiz F. Veríssimo chamada COMO AS MULHERES DOMINARAM O MUNDO. Lá, ele faz uma projeção do cenário mundial para 2031. Você antecipou muito bem o que é, de fato, a realidade. Adorei. Abraço. Paz e bem.