Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




terça-feira, 13 de outubro de 2009

Amor - por Adir Vieira

Ouço sua voz. A princípio ela vem mansa, como a concebo para mim.
Quando se aproxima, seus olhos são doces e ternos, a invadirem minha alma, exatamente como espero que devam ser todas as vezes que me olhar.
Suas mãos, na minha direção, ensaiam e dançam no ar até pousarem por sobre as minhas, com a suavidade dos gestos dos amantes, como eu quero que sejam para mim.
Seus carinhos impetuosos têm o tamanho exato e a força transformadora do meu ser, como eu desejo que seja para mim.
Seu descanso junto ao meu, bem paralelo, confirma, em câmera lenta, dessa forma, a existência e o egoísmo do amor.



Visitem Adir Vieira
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Lindo. Adorei!
Beijos.