Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Sorriso Encantado - por Duanny

Aquele sábado passado seria somente mais um sábado? Pergunta respondida: Não. Muito bem, foi o dia de sair do armário (literalmente): me vesti de Branca de Neve, passei aquela maquiagem para tentar esconder as imperfeições que me assediam e entrei naquela escola enorme, de pirralhinhos (sim, para mim crianças entre 4 e 11 anos são pirralhos).

Meu trabalho não era um dos mais difíceis, afinal, toda criança que me via ficava toda encantada (será que elas acreditaram mesmo que eu era a Branca de Neve?). Vestíamos as crianças com fantasia, maquiávamos e tirávamos uma foto. Era muito legal! Havia vários bebezinhos fofos, várias menininhas loucas pra tirar foto com a Branca de Neve ou com a Rapunzel (sim, éramos cinco personagens, a pirralhada ficava louca).

Resolvi sair pra comer alguma coisa, já não aguentava mais de calor, foi aí que uma menininha de uns 5 anos me abraçou - bom, abraçou minha cintura, porque ela era muito miudinha -, ganhei um abraço superforte e ela soltou um: “Ooii Branca de Neve!”, olhou pra mim como se eu fosse o Papai Noel, ficou sem graça, sorriu e foi embora correndo. Uma menininha linda... linda e já sofredora.

Minha mãe é diretora dessa escola e como o bairro onde ela fica é superviolento, com pessoas carentes que realmente precisam de ajuda, fiquei sabendo que aquela menininha era uma das crianças que iam pra escola porque lá tinha comida, fiquei sabendo que a mãe dela só estava esperando a festa acabar pra levar as sobras pra casa, porque se não levasse, nada de comida no fim de semana. Triste, né?!

Mas mesmo sabendo de tudo isso e sabendo que a pequena não é a única a passar por isso na escola, fiquei contente em poder colocar um sorriso no rostinho deles. Sim, porque não? Afinal, não é todo dia que crianças como ela podem se dar ao luxo de abraçar uma Branca de Neve ou uma Rapunzel (mesmo que falsa).

Fiquei mais feliz em saber que deixei que a menininha levasse com ela um pouquinho de fantasia para casa, que a faça acreditar em contos de fada; afinal, tudo lá é possível e na vida real não é tão diferente: só basta querer e acreditar. Bom mesmo foi ir embora no final da festa não com um, mas com vários sorrisos encantados no bolso.
.
.
.
.
.
.
Visitem Duanny
.
.

3 comentários:

Passa-Tempo disse...

Nossa, a loira é linda demais!!!

Ana disse...

Garoto, deixa de ser assanhado!

Ana disse...

Duanny:
Lindo o seu dia, linda a sua imagem: "com vários sorrisos encantados no bolso".
Definitivamente, me tornei sua fã.
Beijos em sua bela alma. Continue sempre assim.