Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




domingo, 2 de agosto de 2009

A Vaidade Como Bem - por Adir Vieira

Existem pessoas que são vaidosas em criança, na idade adulta e até na velhice.
Na rua onde moro há uma senhora de setenta e dois anos, viúva, com filhos, que exibe diariamente sua jovialidade em desfile pela rua, servindo de exemplo para esses jovens de hoje, tão descomprometidos com a própria aparência.
Imaginem que essa senhora diz que todos os dias, ao acordar, toma o seu banho e se apronta com esmero para o seu dia de dona de casa.
Com orgulho, exibe seus vários tipos de sapato, todos com salto alto, pois diz não se acostumar a andar de saltos baixos.
Com esses sapatos da moda e com vestidos longos ela cozinha, tira o pó dos móveis, varre a calçada.
Hoje, da minha janela, vi quando ela passou vindo do clube após a aula de natação. Trajava um quimono atoalhado branco, bem comprido, calçava tamancos idênticos aos da Grazielle Massafera e desfilava como uma modelo de quinze anos, com toda desenvoltura.
Fiquei por um bom tempo admirando-a, até dobrar a esquina, e percebi que a vaidade, para a mulher, é um sustentáculo na vida.



Visitem Adir Vieira
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Sabe o que me impressiona? A sua sabedoria no olhar para o mundo. Você capta o que está para além do óbvio. Adoro!
Beijos!