Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




sábado, 22 de agosto de 2009

Prognóstico - por Ana

Acho que tu tá pancada, rapaz!
Bateu biela... Tá quase incapaz...
Cê precisava de um pouco de paz,
Descansar pra ver se se refaz...
Eu temo pelo seu futuro, devo lhe dizer...
Fico assistindo você enlouquecer...
Gio, esse troço tu tem que reverter:
Há quantos versos tu não para de gemer?
Isso é tão triste da gente assistir...
Jovem assim e quase a sucumbir,
Levado por delírios que teima em impingir,
Mente paranóica: Samurai a perseguir.
Não ligue pras vozes em sua cabeça, não:
Ouvindo essas malditas, se dê um beliscão,
Procure evitar a hospitalização,
Que aqui no Brasil é eletrocussão.
Reze pra todos os santos que puder...
Se precisar e se lhe aprouver,
Tamos aqui pro que der e vier,
Uma força, uma conversa, um qualquer...
Você tem me atentado (não que eu me esqueça),
Xiita doido. Mas sem que eu me enobreça,
Zelo por ti, antes que o pior te aconteça...



.
.

Um comentário:

Poty disse...

Liberte-se

A mente tem que se soltar.

Livre para voa.

Deixar levitar a mente,
O corpo não...

... é como a pluma no ar!...

Quando a mente se solta,
O corpo voa.

Sinta-se livre!
Sinta-se leve!

Sinta-se como se fosse à ave a voar ao horizonte...
Sem que perceba se há algo a atrapalhar...
Quando voa nada atrapalha...
Não tenha medo de fazer, reaja-o...
Fuja dele, faça sua fantasia, seu desejos e não se re-crime...
Desfrute de tua satisfação...
Deixe ir embora à insatisfação.

Aproveite enquanto há tempo...
Poderá ser tarde quando quiser...
Deixe fluir a mente.

Sentimentos presos,
Desejos que se encontram no calabouço...
O mal é não realizar,
Doente fica se não externar...
Nem que seja no menor lugar...
Não precisa o mundo saber,
Apenas seja você.
Poty – 22/08/2009