Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quinta-feira, 30 de julho de 2009

Santa Paciência, Batman! - por Gio

Minha gente, no Duelos, eu não tô dizendo?
Essa menina tá ficando convencida
Já chamou dois de nós para uma partida
Ou ao menos é isso que eu estou lendo...

O Monge meditando sobre o arvoredo
Já que eu, de meus meios, estou desarmado
Não basta estar com o computador quebrado -
Ouço o despautério de que estou com medo!

Parece que essa moça não me conhece
Para anunciar coisa tão absurda
Vai desejar já ter nascido cega e surda
Então pode começar a fazer as preces

(Irônico, já que o Monge sou eu
Mas quem mandou cantar de Zé Dirceu?
Olha só onde ‘cê se meteu
Quando me chamou para o coliseu!
Mexeu comigo, se... Tá, deu.

O comentário, dou por encerrado
Antes que este seja censurado
E eu, bem, tachado de desbocado...)

Samurai, não penses tu que eu esqueci
Do que seu julgamento tanto me alopra:
Venenosa, me chama de “morde-assopra”,
Chocolate com pimenta... Oh, let me see:

Acredito que você comigo concorde
Que, ao exaltar a minha rima inteira
E, logo em seguida, me passar rasteira
Também é rato que lambe, e depois morde.

E a hipocrisia de que não te acusei
Mas que você me achou ter te acusado...
Agora creio que ficou escancarado
Que é remorso, mea culpa de sua Lei

Te chamo ao ringue, mas com uma condição
Um-contra-um, pois eu não sou nenhum covarde
E a Espadachim, que sua vez aguarde,
Se prepare, mas não declare rendição

Pois nessa nossa Grande Arena Virtual
Há sempre espaço para dois bat-duelos
Ao mesmo tempo, em horários paralelos
Mas aqui mesmo, nesse mesmo bat-canal!

A essa luta, uma implicação decai
Necessita um nome para quem Duela
Aqui eu faço uma sugestão singela:
Que tal chamarmos “O Monge x A Samurai”?
.
.
.
Resposta a Santo Desafio, Batman!..., de Ana.
.
.
.
Visitem Gio
.
.

2 comentários:

Ninguém envolvente disse...

Genial... rs achei muito divertido e bem bolado...

Ana disse...

Me aguarde, Robin.