Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 15 de julho de 2009

Desencanto - por Leo Santos

Há um quadro que a vida desbotou,
e não pôs outro no lugar;
um olhar que amargura tatuou,
uma chaga que não quer cicatrizar.

Ah, a vida e seu espaço!
Passos que não são ir,
são não ficar;
cisterna pra outra sede,
rede pra outro repousar.

Há uma espera pela esperança,
que nas brenhas da noite sumiu;
o tédio alargando o inverno,
estranho inferno, gélido, frio…

Ah, a vida e seu tempo!
Momentos que não passam,
contemplam passar;
acalento pra outro pranto,
e primeiro choro, desencanto…



Visitem Leo Santos
.
.

Um comentário:

Ana disse...

Muito bonita, Leo!