Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 1 de julho de 2009

Bertrand Russell, o Aborrecimento e a Agitação - Citado por Penélope Charmosa

Uma das características essenciais do aborrecimento consiste no contraste entre as circunstâncias presentes e outras mais agradáveis que exercem uma força irresistível sobre a imaginação. É também essencial que as faculdades do indivíduo não estejam inteiramente ocupadas. Fugir diante de inimigos que pretendem tirar-nos a vida deve ser desagradável, mas certamente não é aborrecido. Um homem também não se sente aborrecido quando é executado, a não ser que tenha uma coragem quase sobre-humana. Da mesma maneira nunca ninguém bocejou ao pronunciar o seu primeiro discurso na Câmara dos Lordes, salvo o falecido duque de Devonshire, que por isso mesmo se tornou célebre. O aborrecimento é essencialmente um desejo frustrado de aventuras, não necessariamente agradáveis, mas pelo menos de incidentes que permitam à vítima do tédio distinguir um dia dos outros dias. O oposto do aborrecimento é, numa palavra, não o prazer, mas sim a agitação.



In “A Conquista da Felicidade”.
.

Um comentário:

KBÇAPOETA disse...

"A Guerra do Fim do Mundo" obra belíssima de Mario Vargas Llosa.
Esse livro nos faz retornar a guerra de Canudos porém no bando de Antonio Conselheiro onde, personagens de carne e osso, alguns reais, outros imaginados, transitam em em meio a guerra de Canudos.
Leia "Os Sertões de Euclides da cunha e depois delicie-se com essa obra.
Vale a pena!