Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




domingo, 8 de novembro de 2009

Contradição - por Ana

Eu te possuo.

Nas noites, nas tardes, nos dias de espera.
Eu te busco louca, rápida, faminta, voluntariosa, possessiva.
Onde estiver, te trago.
Enlaço, enrosco, envolvo, domino, aprisiono.
Com carícias brandas, definitivas e certeiras
te curvo ao meu desejo, e eu ao teu.
Te beijos apaixonados, revoltados, inconformados,
em lágrimas silenciosas às vezes.

Teu corpo clama libertação,
explodir um arco-íris de sensações talvez insuportáveis.

E eu te instigo, provoco, sem descanso,
perfumando tua pele com o aroma de meu prazer teu,
o mais profundo, incansável, infinito prazer,
ainda sem tua presença.

Minha língua te prova sob as roupas,
te enlouquecendo a vontade, turvando a visão,
confundindo os sentidos, nublando o pensamento.
Eu te exausto sem cansar, sem pesar, sem pressa,
te exausto de querer e cada vez mais querer.

Sem ter.

.

Nenhum comentário: