Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




quarta-feira, 3 de junho de 2015

Vivendo


Maldito espelho diz que envelheço
Que esmaece tonicidade muscular
Talvez tal senilidade seja o preço
Que todo vivente terá que pagar.

A degradação corporal é o começo
Duma velhice que está prá chegar
E não há como conservar em gesso
Aura de saúde plena, espetacular.

Sequer adianta virar pelo avesso
Tentando desse modo saúde salvar
Assim ofegante respirando opresso
Cansado, encostado num espaldar.

Então descubro que tudo mereço
Pois aqui não estamos para ficar.

2 comentários:

Lia Noronha disse...

E o tempo...escravizando e libertando ...na dura realidade dos dias...ou nos belos sonhos que soubermos cultivar!!!abraços meus

Adh2bs disse...

Só me levanto de manhã se estiver doendo alguma parte; para ter certeza que estou vivo...
como disseste: É o preço...

Abç,

Adh2bs