Bem-vindo ao Duelos!
Valeu a visita!
Deixe seu comentário!
Um grande abraço a todos!
(Aviso: Os textos em amarelo pertencem à categoria
Eróticos.)




domingo, 26 de setembro de 2010

Nós - por Alba Vieira

Toda pessoa tem um grupo espiritual
Que sempre a acompanha
Eu e você, às vezes somos um canal
E também vivemos essa façanha.

Fico pensando como será interessante
Quando a gente se encontrar
O congraçamento dessas almas
Que vivem a nos inspirar.

É que eu tenho uma certeza:
Que somos almas afins.
Pensamos tantas coisas de infinita beleza,
Que superam as outras ruins...

Viemos do mesmo lugar,
É o Universo quem garante,
Quando é impossível para nós
Caminharmos estando longe.

É certo que nosso grupo já se conhece há muito tempo.
E a nossa relação é uma explosão de contentamento.
Entretanto o tempo não existe para além desse espaço.
Juntos emanamos a vibração de um forte abraço.

Por isso é que o nosso amor
Muda as cores dos lugares,
Traz a paz aos corações,
Brilho e perfume aos outros pares.

Somos como os beija-flores
Disseminando a alegria,
Num vôo sincronizado
Salpicando amor à revelia.

E o encontro dos nossos guias
É como dois arco-íris que se entrelaçam.
Impossível saber até onde essa energia
Alcança os corações que nunca se separam.

É que o amor só traz expansão
E pensamentos positivos elevam a vibração.
Eles permitem que o homem consiga melhorar
O mundo em que vive com aquilo que pensar.

Olhemos para o outro como um Ser especial,
Focalizando em cada indivíduo o Eu superior.
E a conversa dos dois Eus de maneira natural
Permite que cada um manifeste o seu real valor.

Todos somos inspirados por energias superiores.
Somos seres de luz interligados e amorosos.
O amor se propaga através desses benfeitores.
Elevando nossas vibrações podemos ser maravilhosos.
.
.
.
Visitem Alba Vieira
.

2 comentários:

Cacá disse...

"Você é filha do Universo, irmã das estrelas e árvores. Você merece estar aqui, e mesmo sem você perceber, a Terra e o Universo vão cumprir o seu destino."

Muito belo, Alba. Meu abrao. Paz e bem.

Diza disse...

Alba.
Esse belo poema é você inteira, nas suas atitudes e gestos.
parabéns!
Diza